Buraco negro devorando uma estrela é visto pela primeira vez!

buraco negro devorando uma estrela é visto pela primeira vez
O buraco negro está localizado na galáxia PGC 43234, a 300 milhões de anos-luz da Terra



Uma equipe internacional de astrofísicos, liderada pela Universidade Johns Hopkins, conseguiu pela primeira vez observar um buraco negro engolindo uma estrela e ejetando uma forte explosão de matéria próximo da velocidade da luz!

A descoberta foi publicada na revista Science. O buraco negro supermassivo está localizado no centro de uma galáxia conhecida como PGC 43234, a 300 milhões de anos-luz da Terra. "A estrela parece ter o tamanho do Sol, e por conta da grande atração gravitacional, ela é sugada pelo buraco negro supermassivo", disse Sjoert van Velzen, um companheiro Hubble na Universidade Johns Hopkins. "Estes eventos são extremamente raros, e é a primeira vez que vemos tudo, desde a destruição estelar até o jato de partículas, e assistimos tudo isso ao longo de vários meses", completou.


Buracos negros são corpos extremamente densos, e a força gravitacional deles é tão forte que nada consegue escapar, nem mesmo a luz. Os astrofísicos haviam previsto que quando um buraco negro engole muita matéria em pouco tempo (como uma estrela inteira), em seguida, um jato de plasma seria arremessado próximo do horizonte de eventos. Este estudo sugere que esta previsão está correta, afinal, foi exatamente isso que eles observaram.


Eles estão por toda parte!

Acredita-se que buracos negros supermassivos (o maior tipo deles) existem no centro da maioria das galáxias massivas. Esse buraco negro, em particular, está no início da escala de buracos negros supermassivos, e tem apenas cerca de um milhão de vezes a massa do Sol, mas ainda assim, tem força mais que suficiente para devorar uma estrela inteira.




A primeira observação da estrela a ser destruída foi feita por uma equipe da Universidade Estadual de Ohio, nos EUA, usando um telescópio óptico no Havaí. Essa equipe anunciou sua descoberta no Twitter, no início de Dezembro de 2014.

Depois de ler sobre o evento, van Velzen entrou em contato com uma equipe de astrofísicos lderada por Rob Fender na Universidade de Oxford, na Grã-Bretanha. Sem exitar, esse grupo usou telescópios de rádio para acompanhar o evento que estava prestes a acontecer, e por sorte, conseguiram observá-lo desde o início!

black hole eating a star
Ilustração artística de um buraco negro consumindo uma estrela.
Créditos: NASA / JPL-Caltech / Goddard

"A destruição de uma estrela por um buraco negro é bem complicada, e difícil de ser compreendida", disse van Velzen. "A partir de nossas observações, aprendemos que os fluxos de detritos estelar pode organizar e criar um jato extremamente rápido."

No ano anterior, Van Velzen completou sua tese de doutorado na Universidade de Radboud, na Holanda, onde estudou jatos de buracos negros supermassivos. Na última linha da dissertação, ele expressou sua esperança de descobrir esses eventos dentro de até quatro anos. Na verdade, ele conseguiu alcançar seu objetivo apenas alguns meses após a cerimônia.




A equipe de Van Velzen não foi a única a observar esse raro evento.Um grupo de Harvard observou a mesma fonte com radiotelescópios no Novo México e anunciou seus resultados online. Ambas as equipes apresentaram resultados oficialmente.

Ainda estamos longe de compreender completamente como funcionam os buracos negros, e como outros objetos (como estrelas) interagem com ele no momento em que estão sendo sugados... mas com certeza, a experiência de ter observado o fenômeno desde o início, pela primeira vez, foi mais um grande passo dessa grande jornada!




Fonte: 20minuten / John Hopkins University
Imagens: (capa-ilustração/divulgação/Markus Hamonds) / Goddard Space Flight Center / NASA / JPL-Caltech / Goddard
30/11/15

Encontre o site Galeria do Meteorito no FacebookTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

22 comentários:

  1. A matéria afirma que esse buraco negro localizado na galáxia PGC 43234,está a 300 milhões de anos luz de distancia da terra.Acho que seria interessante explicar mais detalhadamente, como os cientistas podem ter tanta certeza da existência desse objeto a uma distância dessa magnitude.
    Equipamento de observação de última geração? Tá,tudo bem,mas como os cientistas interpretam essas imagens? Se é que podemos chama-las assim,Tão importante quanto noticiar ás novas descobertas é explicar como elas são feitas,Caso contrário Ciência fica parecendo mais ficção científica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cara, sabemos q há um buraco negro ali, pelo fato de extrema gravidade, e como se fosse um buraco no pano, nunca vimos, mas sabemos q ali, temos um grande buraco, sugando tudo, até a luz

      Excluir
    2. Primeiro é preciso saber que as estrelas, galáxias, etc, emitem ondas de rádio. Sabendo-se disso, foram desenvolvidos diversos radiotelescópios para captar esse espectro luminoso.
      Os sinais recebidos pelos radiotelescopios não são imagens, mas apenas fluxo de sinais de rádio. Computadores são os responsáveis por fazer a analise e conversão desses sinais em imagens, utilizando-se para isso inúmeras varreduras do mesmo objeto captados em angulos diferentes. São os ângulos diferentes captados do mesmo o objeto que permite processar onde estão cada ponto formado da imagem.

      Quanto a distância calculada é utilizado o conceito de paralaxe, o mesmo principio usado nos radiotelescópios, onde é analisado o mesmo objeto por ângulos diferentes, utilizando como referência a órbita da Terra. É através desse deslocamento angular que se consegue calcular a distância de qualquer corpo celeste.

      Para entender o conceito, basta esticar seu braço pra frente com o dedão esticado e olhe apenas com o seu olho esquerdo, deixando o direito fechado. Assim você verá uma imagem, alinhada entre seu dedão e a imagem ao fundo. Agora feche o olho esquerdo e abra o direito, e você verá um outro tipo de alinhamento. Esse deslocamento aparente do seu dedão com a imagem de fundo que se chama "paralaxe", e é esse deslocamento aparente que é usado para os calculos de distância. Flw!

      Excluir
    3. Meu caro Renato! suas dúvidas são na verdade as de muitos que admiram e se interessam pelas diversas imagens que a Nasa e outras agências espaciais mostram. Só que algumas como essa da estrela sendo devorada por um buraco negro não passa de uma bela armação em forma de arte digital.
      Para você ter uma idéia precisaria de uns 50 telescópios de rádio espalhados pelo mundo trabalhando em conjunto para se fazer essas imagens e mais um telescópio virtual com espelho do tamanho da Terra e um supercomputador como o da Holanda que usa uma técnica chamada interferometria de rádio.
      Eles não tem certeza de nada Renato, apenas observaram através dos telescópios um fenônemo em raio X, portanto não são reais. Infelizmente como não temos tecnologias como as deles ficamos a mercê daquilo que eles acreditam ser verdade.
      Sou fascinado por tudo que diz respeito ao Universo, mas não sou burro e não me deixo manipular. Até mais!



      Excluir
    4. Meu caro Renato! suas dúvidas são na verdade as de muitos que admiram e se interessam pelas diversas imagens que a Nasa e outras agências espaciais mostram. Só que algumas como essa da estrela sendo devorada por um buraco negro não passa de uma bela armação em forma de arte digital.
      Para você ter uma idéia precisaria de uns 50 telescópios de rádio espalhados pelo mundo trabalhando em conjunto para se fazer essas imagens e mais um telescópio virtual com espelho do tamanho da Terra e um supercomputador como o da Holanda que usa uma técnica chamada interferometria de rádio.
      Eles não tem certeza de nada Renato, apenas observaram através dos telescópios um fenônemo em raio X, portanto não são reais. Infelizmente como não temos tecnologias como as deles ficamos a mercê daquilo que eles acreditam ser verdade.
      Sou fascinado por tudo que diz respeito ao Universo, mas não sou burro e não me deixo manipular. Até mais!



      Excluir
    5. Olá Renato! Novos fatos são descobertos a todo momento, e muitos deles necessitam de futuros estudos. Nós do Galeria do Meteorito nos comprometemos a divulgar informação científica de maneira precisa, e publicamos apenas estudos sérios, de fontes confiáveis. Como disse o Milton, muitas vezes as imagens não são imagens, e sim, dados observacionais captados por grandes telescópios (fluxos, linhas, etc...) A própria fonte não divulgou imagens. Quanto a mais detalhes e explicações completas, só podemos aguardar que sejam divulgadas.

      Um grande abraço!

      Excluir
    6. Então amigos da redação tudo não passa de uma grande mentira, se não são imagens não se pode passar informações precisas, tanto que o amigo Renato teve dúvidas e jamais e em algum momento eu citei vcs da redação como culpados pelas informações trazidas no site. Infelizmente vcs só aceitam opiniões de bajuladores e baba ovos. Acho que tenho o direito de discordar de fatos que vcs redação tbm discordaram. Gosto do site e por isso acompanho as matérias e gosto muito mas muito mesmo de desbancar argumentos de um certo leitor que se acha o fodão em astronomia e não passa de um mero curioso tentando se exibir. Vlw

      Excluir
    7. Não há ferramentas que deem respostas. As ferramentas dão dados. As respostas são provenientes de um processo cognitivo humano chamado raciocínio; raciocínio esse que pode sim estar equivocado e guiado pelo nosso péssimo hábito de percepção seletiva, ou seja: Vemos aquilo que queremos ver.

      Excluir
    8. Se você está se referindo a mim, pode dizer diretamente. Nunca disse que sou "fodão", mas se você me vê dessa forma, estou pouco ligando para isso.

      Uma coisa que sempre fiz foi ajudar naquilo que posso. Diferentemente de muitas pessoas que detem determinados conhecimentos, mas não compartilham, seja por preguiça ou por desprezo ao próximo.
      Eu sempre que posso, tento tirar dúvidas daquilo que sou capaz de responder. Não apenas sobre esse tema, mas qualquer tema que apareça, em qualquer lugar que seja.
      Se para você esse tipo de atitude significa arrogância, então você está muito errado na sua concepção da palavra.

      Quanto a "grande farsa" que você vê em estudos dessa natureza, não posso fazer nada para mudar isso. Claro que ninguém é tolo de acreditar em tudo que a ciência diz, principalmente no que concerne o campo da especulação teórica. Porém, quando um estudo aparece com provas experimentais, como nesse caso, ai a coisas mudam de figura.

      Se você usar a ideia de que algo que você não entende não tem validade apenas por ser muito complexo para você, então você deveria descartar a validade da física quântica, afinal, nem mesmo os fisicos entendem direito. Você deveria também descartar a validade do Big Bang, afinal se você não leu o estudo e não é capaz de entender os cálculos, logo estaria apenas acreditando em algo que alguém te disse, não é mesmo?!

      E para completar, se para você é tão dificil imaginar a genialidade humana, em extrair do improvavel o possível, sugiro que leia sobre a vida e obra de Johannes Kepler. Você verá até onde vai a genialidade humana, descobrindo segredos do universo, utilizando recursos limitadíssimos em sua época.

      Excluir
    9. cara...... adorei os textos do Milton, me interesso por isso, adoro saber sobre o universo e essas genialidades aí, e seus textos me ajudaram a entender um pouco mais sobre esse vídeo, obrigado!

      Excluir
    10. estão falando de 300 milhões de anos LUZ, eu me amarro em astronomia mas não consigo entender porque esses cientistas consegue ter tanta certeza nessas afirmações, como interpreta esses dados de computador e diz,''não isso aqui e um buraco negro que esta ha 300 MILHÕES de anos luz sugando uma estrela DO TAMANHO DO SOL, certamente os dados vem mas quem garante que se trata disso mesmo? aos olhos de quem ver, e analisa e se for outro a analisar e ter interpretações diferentes? é possível ter certeza de tudo? como é possível ter certeza de fenômenos que ocorre a milhões e bilhões de anos luz da terra e com todas essas lentes não sermos capazes de focalizar uma rocha em marte sem ter que enviar uma sonda pra lá? esperar ter fotos imagens reveladoras de plutão e ter que esperar 9 anos para que a sonda se aproxima-se do corpo celeste? esperamos ansiosos por imagens de jupiter através da sonda espacial Juno a mais de 800 milhões de quilômetros da Terra. essas lentes poderosas telescópios espaciais conseguem enxergar um buraco negro engolindo uma estrela do tamanho do nosso sol a 300 MILHÔES de anos luz, e oque e dito fica por dito, porque se eu diagnosticar uma pessoa com câncer eu vou ser desprezado por ser um zê ninguém e realmente eu vou estar errado, mas se um medico dentre milhares de médicos disser que o paciente tem câncer mesmo não tendo , todos vão acreditar, claro o cara e medico ele estudou para isso vc vai acreditar no fulano ou num medico? então será que temos q ter certeza de tudo? será que temos que aceitar tudo que nos é mostrado? temos o direito sim de pensar por varias linhas paralelas para no fim termos uma resposta satisfatória, em quanto isso temos que aceitar essas conclusões e fingir que acreditamos porque eu e nem vc e cientista ou astrônomo somos a penas pessoas comuns que temos muitas duvidas sobre tudo isso e esperamos que o ser humano descubra boa parte dela com exatidão na proporção que 1+1= 2 só sou mais um curioso e gostei da explicação de todos, o Milton explicou como funciona tal proeza e concordo com ele, mas isso não explica com 100% de certeza de fato, o que eu penso e que quanto mais nos sabemos sobre o universo, menos sabemos...

      Excluir
    11. Kkkkk. O cara quer explicaçoes que só dão em faculdade de astrofisica. Faz o curso doidin.os caras ainda tentaram explicar pra esse lerdo.

      Excluir
  2. Parabéns a Astronomia pelo seu dia hoje que explora, observa e estuda o Universo.

    ResponderExcluir
  3. Compareço ao site com frequência para ampliar conhecimentos e não para me alterar ou degladiar , isso cai bem fazer no facebooke.
    Não sou criança e muito menos adolescente, tenho longa estrada de vida e de estudos e aprendi no seio familiar que pessoas devem ser respeitadas, mas as opiniões não. Quando você direciona sua opinião a favor ou contra alguém não é preciso colocar a pessoa em exposição, ela mesma ja sabe que se enquadra no assunto.
    Não preciso que me recomende ler sobre Kepler,talvez saiba mais sobre ele do que as informações que vocé conhece. Basta ler o livro escrito pelo ilustre professor Rogério Mourão que nada menos nada mais que o Diretor do Observatório nacional do RJ que é a primeira biografia escrita por um pesquisador brasileiro sobre a vida desse astrônomo, nele tem as informações biográficas dados ao leitor sobre a vida e obra de kepler onde são relevantes e corretas.
    Se Kepler é o pai da astronomia moderna, conheça Tycho Brahe que estudou durante 20 anos sobre os astros em segredo por oposição da família e Kepler entrou para a equipe dele e com as observações de Brahe criou as 3 leis onde toda a astronomia foi reformulada.
    Poderia fazer um desfile de grandes nomes de matemáticos e astrônomos que contribuiram para o crescimento da Astronomia.
    Não sou contra a Nasa e muito menos o que ela registra,sendo que na minha opinião essa necessidade em investigar o espaço e o desejo de romper os limites da razão e provar sua superioridade frente a outras agências espaciais faz com que ela faça montagens, isso não quer dizer que são todas, claro que há imagens intrigantes e com imensas doses de seriedade.
    Amo a ciência e meus conhecimentos não me constrange pelo apreço que tenho pelo Universo e da mesma forma que sinto necessidade de aprender cada vez mais nunca e em nenhum momento tento atrapalhar ou gratuitamente criticar quem quer ser útil.
    Aprenda a ler e interpretar o que está escrito e a partir daí tire suas conclusões.Como eu disse: respeito pessoas;opiniões nunca!

    ResponderExcluir
  4. Gente, comentar ,discordar é saudável.
    Tentem deixar egos de fora disso.
    Vida longa e próspera.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso aí Merovingio, concordo com vc. em gênero, número e grau!!! Leiam,

      concordem, discordem, comentem, deixem suas opiniões... Mas acima de tudo

      RESPEITEM, pois isso se chama educação. Quem se prontifica a falar, tem que

      estar aberto a escutar. Críticas construtivas estão valendo!!!

      Excluir
  5. Enigma dando uns black hole no espaço po

    ResponderExcluir
  6. Tem um buraco negro no Brasil, a Dilma e Lula diz que engoliram até os últimos tipos de provas confiscadas do governo, e engoliram más de 170 Bilhões de Reais, e soltaram mais gases de rir da cara dos teoxas do Brasil kkkkkkkkkk,o pior Buracos Negros são os do Feijões Negros ta ta cara que ta engolindo o dinheiro do povo brasileiro tudo kkkkkkkk

    ResponderExcluir
  7. Não sei se foi mais interessante ler a matéria ou os comentários..

    ResponderExcluir