Asteroide do Dia das Bruxas faz máxima aproximação com a Terra - veja como encontrá-lo!

asteroide faz máxima aproximação com a Terra
Parece que o Halloween (ou Dia das Bruxas) está ficando famoso por suas "travessuras espaciais"...



Em 2015, no dia 31 de outubro, um cometa que mais se parecia com um crânio de um esqueleto, chamado 2015 TB145, passou bem próximo do nosso planeta, a apenas 486.000 km, equivalente a 1,3 distâncias lunares. E nesse ano, algo parecido está acontecendo.

O Objeto Próximo da Terra (NEO) designado 2003 YT1 (ou NEO 164121) é um asteroide de 1.7 quilômetros de diâmetro do tipo Apollo, descoberto pelo observatório Catalina Sky Survey em 18 de dezembro de 2003. Ele completa sua órbita ao redor do Sol a cada 427 dias, mas durante o trajeto, essa rocha espacial se aproxima e se distancia bastante do Sol.

Mas neste momento o grande asteroide 2003 YT1 está muito próximo da Terra. Sua máxima aproximação com o nosso planeta aconteceu exatamente no dia 31 de outubro às 9:24 UTC. Sim, exatamente no "Dia das Bruxas".

Órbita do asteroide 2003 YT1 e momento de máxima aproximação com a Terra
Órbita do asteroide 2003 YT1 e momento de perigeu (máxima aproximação com a Terra).
Créditos: NASA / NEO / JPL / SBDB

Durante o perigeu (máxima aproximação com a Terra), o asteroide 2003 YT1 chegou a 5.2 milhões de km (13.5 vezes a distância da Lua), ou seja, não há qualquer risco de colisão com a Terra. Mas será que dá, ao menos, para observá-lo?

A resposta é: depende. Por conta de sua órbita ser altamente inclinada (44°), algumas peculiaridades devem ser levadas em conta para observá-lo em determinadas épocas.

Inclinação na orbita do asteroide 2003 YT1
Inclinação na órbita do asteroide 2003 YT1. Créditos: NASA / NEO / JPL / SBDB

Nesse momento, durante sua máxima aproximação com a Terra, o asteroide 2003 YT1 está sendo considerado como um objeto circumpolar, e só pode ser observado no hemisfério norte. Mas calma! Ele não vai ter o tamanho da Lua Cheia, tampouco poderá ser visto facilmente no céu. Sua magnitude aparente foi calculada em 11, e isso significa que não somos capazes de enxergá-lo com a vista desarmada.




Resumindo: para observar o asteroide do Dia das Bruxas 2016, você precisa estar no hemisfério norte, e ter um telescópio de pelo menos 150 mm de abertura... ou então, uma máquina fotográfica com funções avançadas, que permita fotografar o céu estrelado.

Se você se encaixa nesses requisitos, aqui vão algumas dicas para observar o asteroide 2003 YT1:

Nos dias 30 e 31 de outubro, o asteroide estará na constelação de Auriga, á entrando na constelação Camelopardalis (Girafa). No dia 1 de novembro e passa brevemente pela constelação de Cepheus, e em seguida, fará um belíssimo encontro com a estrela Polaris.

Trajetória do asteroide 2003 YT1
Trajetória do asteroide 2003 YT1 entre os dias 30 de outubro a 02 de novembro de 2016.
Créditos: STELLARIUM / Edição: Galeria do Meteorito

Essa conjunção entre o asteroide 2003 YT1 e a estrela Polaris é o que tornará sua identificação incrivelmente fácil, afinal, basta apontarmos o telescópio (ou a máquina fotográfica) para a Estrela do Norte, e voilà! O momento exato para fazer essa observação é no dia 2 de novembro, às 02:30 pelo horário internacional. Para saber qual será o horário em sua localidade, basta comparar o horário internacional (UTC) com o seu horário local.




Para termos uma ideia mais clara de como será sua trajetória no céu ao longo desses dias, o asteroide 2003 YT1 irá percorrer cerca de 23° por dia, e a carta celeste acima compreende cerca de 60° do céu, ou o equivalente a sua mão estendida.

Se você registrar várias imagens de longa exposição, poderá identificar o asteroide como um ponto brilhante que se move lentamente próximo a estrela. Neste momento em que ele passa próximo da estrela Polaris, ele estará se movendo a 12° por dia, ou o equivalente a metade da Lua Cheia por hora.




Às 02:30 UTC do dia 2 de novembro, o asteroide passará a menos de 1/10 de grau da estrela Polaris, o que nos dá uma oportunidade fantástica de rastreá-lo. Se o céu estiver limpo, não perca essa oportunidade única! Afinal, não é todo dia que vemos um asteroide com tanta facilidade...

Desejamos bons céus e excelentes observações a todos!




Imagens: (capa-NASA/NEO/JPL/SBDB) / NASA / NEO / JPL / SBDB / STELLARIUM / Galeria do Meteorito
01/11/16


Gostou da nossa matéria?
Curta nossa página no Facebook
para ver muito mais!


Encontre o site Galeria do Meteorito no FacebookTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:

Postar um comentário