'Bola de Fogo' nos céus de São Paulo em 13 de novembro é registrada por centenas de pessoas - o que era aquilo?

bola de fogo em São Paulo no céu - 13 de novembro
Meteoro? Cometa? Asteroide? De acordo com especialistas, não foi nada disso...


A internet foi bombardeada com vídeos e relatos de uma bola de fogo brilhante vista nos céus de São Paulo no último dia 13 de novembro. Os avistamentos ocorreram nas zonas sul e leste da capital paulista durante o entardecer, por volta das 19h30. E de fato, parecia ser um fenômeno extremamente raro... não é todo dia que vemos algo do tipo nos céus.

Muitas pessoas relataram o evento como sendo um meteoro, cometa, ou até mesmo um asteroide. Mas o que era aquilo afinal? Bem. primeiramente vamos trabalhar com a eliminação, descartando o que não era. E com certeza, aquilo não era um meteoro.



Meteoros riscam o céu em alta velocidade. Por serem produto de fragmentos espaciais que penetram na atmosfera da Terra, mal temos tempo de mostrar ao amigo do lado, muito menos de pegar o celular do bolso e fotografá-lo.

bola de fogo na zona sul de são paulo - 13 de novembro de 2017
"Bola de fogo" registrada em São Paulo no dia 13 de novembro de 2017.
Créditos: Twitter / Cristiano Reimberg / divulgação

Cometa também não era, pois de acordo com a intensidade do brilho, teríamos avistado o objeto através de radares e centrais de monitoramento. Se fosse um cometa, o avistamento não teria ocorrido apenas em uma cidade, mas sim em todo o globo.




O nosso leitor Gilberto Gonçalves também registrou o brilho nos céus da zona leste de São Paulo:



Se não era um meteoro e nem um cometa, o que era aquilo?

De acordo com Eduardo Placido Santiago, membro do conselho do EXOSS (organização de estudos de meteoros), aquela "bola de fogo" era na verdade uma contrail - rastro de condensação causado pelos gases quentes expelidos pelas turbinas de aeronaves com a atmosfera fria. O brilho do pôr-do-Sol fez com que o rastro ganhasse um brilho alaranjado, o que é comum nesse tipo de fenômeno.




Quando ampliamos a imagem da "bola de fogo", podemos facilmente perceber a esteira dupla de condensação de aeronaves.

Bola de Fogo em São Paulo - 13 de novembro de 2017
Rastro de condensação registrado em São Paulo no dia 13 de novembro de 2017.
Créditos: EXOSS / divulgação

O EXOSS, além de monitorar os céus do Brasil para o estudo de meteoros, também possui uma ferramenta na qual é possível relatar o avistamento de um meteoro ou bólido. Ou seja, se você viu um meteoro riscando o firmamento, você pode contribuir com o trabalho de ciência cidadã relatando o seu avistamento através de uma ferramenta fácil e prática, onde é possível fornecer todos os detalhes do meteoro observado.




Dessa vez não foi um bólido (meteoro super brilhante) que cruzou os céus de São Paulo. Mas vamos ficar de olho, pois está chegando o pico da chuva de meteoros Leonidas 2017, que acontece nessa sexta-feira (17 de novembro). Nessa data, não fique surpreso se observar meteoros brilhantes nos céus da sua cidade. E de quebra, você pode relatar seus avistamentos no site do EXOSS. E olha que eles prometem ser muitos...


Imagens: (capa-divulgação) / Twitter / Cristiano Reimberg / YouTube / Gilberto Gonçalves / EXOSS / divulgação
16/11/17


Gostou da nossa matéria?
Curta nossa página no Facebook
para ver muito mais!


Encontre o site Galeria do Meteorito no Facebook, YouTubeTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

5 comentários:

  1. tenho algumas fotos ...como envio para o site?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você pode compartilhar na nossa página do Facebook Dejair! Abraços!

      Excluir
  2. Pois é...
    As explicações dadas foram interessantes, mas estão longe, na minha opinião, de esclarecer completamente o tal fenômeno.
    Como considerar que se trata de uma aeronave em voo de cruzeiro pelos céus de Sampa, antes de se verificar se aquele caminho traçado pelo objeto é mesmo uma rota de tráfego aéreo?
    Para isso basta pegar os pontos de referência apanhados nas filmagens e comparar com as rotas hoje homologadas pelo Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA).
    Vigiai-vos.

    ResponderExcluir
  3. Eles nos deram explicações ridículas com o intuito de acobertar algo maior. Até quando continuarão a pensar que todos são tolos e que aceitam suas baboseiras. Não estamos só. Aceitem.

    ResponderExcluir
  4. Eu tirei fotos num outro dia e corri para o Site do Radar 24 Horas do Aeroporto de Guarulhos, então notei que era apenas um A-380, que vinha de Madrid(ESP) para Buenos Aires(ARG) e aqui da ZL de Sampa dá pra ver vários, quando o céu está limpo, principalmente no Final de tarde

    ResponderExcluir