Tudo sobre a chuva de meteoros Eta Aquaridas 2018

Eta Aquaridas 2018
O pico da chuva Eta Aquaridas está chegando, e teremos transmissão ao vivo! Veja como observar do quintal da sua casa


Todos os anos, quando a Terra passa pela esteira de detritos deixada pelo famoso Cometa Halley (entre os dias 21 de abril e 12 de maio), acontece a chuva de meteoros Eta Aquaridas (ou Eta Aquarídeas). Mas é entre os dias 05 e 06 de maio que acontece o pico dessa chuva - momento em que a maior quantidade de meteoros pode ser observada.



A chuva de meteoros Eta Aquaridas é a primeira chuva do ano oriunda do Cometa Halley (1P/Haley). A segunda chuva proveniente desse cometa acontece em outubro - a famosa chuva de meteoros Orionidas.


Como observar a chuva de meteoros Eta Aquáridas 2018 a olho nu?

Como diz seu próprio nome, a chuva Eta Aquáridas tem seu radiante na constelação de Aquário, próximo a estrela Eta Aquarii - a sétima estrela mais brilhante da constelação. Essa estrela está localizada a 168 anos-luz da Terra, mas vale lembrar que ela não tem nenhuma relação física com a chuva de meteoros. Ela é utilizada apenas como guia de localização para essa chuva.




Mas não se preocupe! Para observar essa huva de meteoros não é necessário encontrar a estrela Eta Aquarii. Basta olhar na direção da constelação de Aquário, como vemos na imagem abaixo:

Radiante - chuva de meteoros Eta Aquaridas 2018
Radiante da chuva de meteoros Eta Aquaridas.
Olhe para a direção leste a partir das 03h00 da madrugada no seu horário local.
Créditos: STELLARIUM         /         Edição: Galeria do Meteorito

A constelação de Aquário é visível em praticamente todo o planeta, mas a chuva de meteoros Eta Aquáridas é melhor observada no hemisfério sul, já que a constelação de Aquário encontra-se ao sul da linha do equador celeste.




Apesar do pico (maior taxa de meteoros) ser esperado para a madrugada entre os dias 05 e 06 de maio, durante todo o fim de semana poderemos ver incontáveis "estrelas cadentes" riscando o firmamento. A chuva Eta Aquaridas é conhecida por produzir meteoros do tipo bola de fogo (bólidos), que são meteoros muito brilhantes, originados de fragmentos maiores.


Quantos meteoros a chuva Eta Aquáridas irá produzir?

O pico da chuva de meteoros Eta Aquaridas gera em torno de 50 meteoros por hora (quase 1 meteoro por minuto) em locais livre de poluição luminosa e com céu limpo.

Durante o pico desse ano, a Lua estará entrando na fase minguante, o que pode acabar ofuscando alguns meteoros já que ela estará próxima da constelação.




O melhor momento para observar a chuva Eta Aquaridas é na madrugada entre os dia 05 e 06 de maio. A constelação de Aquário estará completamente visível a partir das 03h00 da madrugada, a leste, quando os meteoros dessa chuva já poderão ser facilmente avistados.

Chuva de meteoros Eta Aquaridas 2013, sobre o Mount Bromo, vulcão ativo na Indonesia - Justin Ng
Chuva de meteoros Eta Aquaridas 2013, sobre o Mount Bromo, vulcão ativo na Indonesia.
Créditos: Justin Ng

E não se esqueça: não é necessário encontrar a constelação de Aquário para observar essa chuva, pois os meteoros riscarão o céu em várias partes do firmamento, em várias constelações diferentes. A constelação de Aquário é apenas o ponto em que os meteoros parecem se originar, mas não necessariamente a região em que eles surgirão.




Reserve pelo menos uma hora para observar a chuva de meteoros, já que nossos olhos levam cerca de 20 minutos para se adaptarem ao escuro. Se você tem dificuldades para ver os meteoros durante as chuvas, você pode estar cometendo algum erro, então não deixe de conferir as 10 dicas mais importantes para se observar uma chuva de meteoros.


Transmissão ao vivo da chuva de meteoros Eta Aquáridas 2018

Como de costume teremos transmissão ao vivo do pico da chuva de meteoros Eta Aquáridas, então fiquem de olho em nosso site e em nosso canal no YouTube. A live ocorrerá no próximo sábado, dia 05 de maio, e teremos novidades!



Cometa Halley: o responsável pela chuva de meteoros Eta Aquaridas

Durante sua passagem pelo Sistema Solar interior, o cometa Halley deixou uma esteira de fragmentos por onde passava. A poeira desse rastro entra na atmosfera da Terra a cerca de 240.000 km por hora, gerando os belíssimos meteoros (conhecidos popularmente como "estrelas cadentes"). Os fragmentos geralmente têm tamanho menor do que uma semente de maçã, e criam uma esteira de gás ionizado que brilha por alguns instantes.

Eta Aquarids 2013 - Jeff Berkes
Chuva de meteoros Eta Aquarids registrada na Flórida, EUA, no ano de 2013.
Créditos: Jeff Berkes

Mais tarde, no mês de outubro, o nosso planeta passa novamente pelo rastro de poeira deixado pelo Cometa Halley - quando ocorre a famosa chuva de meteoros Orionidas.




Então fiquem de olho nos céus durante todo o fim de semana! Os meteoros da chuva Eta Aquaridas 2018 prometem dar um show em todo o globo, sobretudo no hemisfério sul. E mesmo que o tempo estiver nublado vocês ainda poderão apreciar os meteoros dessa chuva em nossa live - agora é só cruzar os dedos para o tempo nos ajudar!

Bons céus a todos nós!


Imagens: (capa-divulgação) / STELLARIUM / Galeria do Meteorito / Justin Ng / Jeff Berkes / divulgação
01/05/18


Gostou da nossa matéria?
Curta nossa página no Facebook
para ver muito mais!


Encontre o site Galeria do Meteorito no Facebook, YouTube, InstagramTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

5 comentários:

  1. AQUI NO RIO DE JANEIRO O CÉU ESTÁ COMPLETAMENTE ESTRELADO COM A LUA MARAVILHOSA, ACREDITO QUE VAI DÁ PRA VER.

    ResponderExcluir
  2. Anápolis Goiás tambem esta bem limpo...

    ResponderExcluir
  3. Aqui no interior de SP tambem!

    ResponderExcluir
  4. estou em belo horizonte ceu limpo acho que vai dar pra ver

    ResponderExcluir
  5. eu fiquei acordado ate as 1:30 da manha eu perdi pq dormi e em brasilia dava para ver facilmente no procimo chuva de meteoros vai ser em outubro e o meteoro gigante que passou vai se dnv daqui 37 anos ;-;

    ResponderExcluir