Virgin Galactic faz 1º vôo espacial com passageiro de teste

1 voo espacial teste com passageiros
Empresa ligada ao grupo britânico Virgin conseguiu com sucesso realizar seu primeiro vôo suborbital que visa ganhar turistas espaciais


Em seu primeiro voo com um passageiro de teste a bordo, o SpaceShipTwo VSS Unity da empresa Virgin Galactic voou durante o nascer do Sol no deserto de Mojave na manhã dessa sexta-feira (22), alcançando uma altitude de 89,9 quilômetros - apenas dois meses após seu primeiro voô espacial.



O avião WhiteKnightTwo, que leva a nave VSS Unity numa altitude suficiente para disparar seu motor, decolou do local de lançamento do Mojave Air and Space Port, na Califórnia, após as 11h (pelo horário de Brasília). A unidade se separou cerca de uma hora após o vôo.

O VSS Unity chegou a uma velocidade máxima de Mach 3.0 e atingiu uma altitude máxima de 7 km (7 milhas) acima do voo histórico da Virgin Galactic de 13 de dezembro de 2018.




A bordo do vôo estavam os copilotos Dave Mackay, que é o piloto chefe da companhia, e Michael "Sooch" Masucci, cada um com mais de 10.000 horas de vôo. Um terceiro membro da equipe da Virgin Galactic, Beth Moses, que é o principal instrutor de astronautas da empresa, também estava a bordo. Moses, que completou 400 vôos em gravidade zero, estava a bordo para fornecer mais dados sobre como o o corpo humano reage aos vôos da SpaceShipTwo e como é a experiência na cabine para os passageiros.

VSS Unity - virgin galactic - turismo espacial
Virgin Galactic durante preparos da VSS Unity para voo espacial com passageiro.
Créditos: Virgin Galactic

O voo também transportou quatro cargas fornecidas pela NASA, que irão fornecer aos cientistas dados sobre como os líquidos e os gases se comportam na microgravidade, bem como testes com sensores de campo magnético.




O vôo de hoje estava originalmente programado para o dia 20 de fevereiro, mas foi adiado por causa do mau tempo em Mojave.

O sucesso do voo de hoje marca a segunda vez que a unidade VSS atingiu mais de 80 km de altitude, a linha que muitas vezes é utilizada para definir o limite que separa a atmosfera do espaço. Outros cientistas utilizam a marca de 100 quilômetros.




A Virgin Galactic está planejando transportar turistas espaciais em voos suborbitais por US $ 250.000 cada (quase 1 milhão de reais). O fundador da empresa, Richard Branson, disse que espera embarcar em seu primeiro voo em 16 de julho de 2019 para comemorar o 50º aniversário do lançamento da Apollo 11.


Imagens: (capa-VirginGalactic) / Virgin Galactic
22/02/19


Gostou da nossa matéria?
Inscreva-se em nosso canal no YouTube
para ver muito mais!


Encontre o site Galeria do Meteorito no Facebook, YouTube, InstagramTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.

5 comentários:

  1. Seria legal oferecer um vôo destes para o guru da Terra plana, esqueci o nome e não vou pesquisar, para acabar de vez com essa onda ridícula de obscurantismo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda existe terraplanista?

      Excluir
    2. Boa anônimo!!!! kkkkkk ... sim Pedro, existe bastante

      Excluir
    3. Estão organizando uma excursão até a borda da Terra. Ainda deve ter vaga no navio.

      Excluir
  2. Com o turismo espacial, os terraplanistas estão com os dias contados.

    ResponderExcluir