Descobertos 3 planetas com chance de vida num sistema estelar próximo

planetas na zona habitavel de GJ1061
Com ajuda do ESO, pesquisadores encontram planetas promissores para a vida ao redor da estrela GJ1061


Uma equipe de pesquisadores de vários países europeus e um do Chile encontrou evidências de três exoplanetas possivelmente habitáveis ​​circulando a estrela GJ1061. A descoberta foi aceita para publicação na revista Monthly Notices da Royal Astronomical Society.



O sistema estelar mais próximo da Terra é Proxima Centauri, que está a cerca de 4.2 anos-luz de distância. A princípio, acreditava-se que os planetas de Proxima Centauri poderiam ser altamente habitáveis, mas posteriormente foi descoberto que devido a volatilidade de sua estrela, este sistema provavelmente não abriga planetas habitáveis.


Agora, os pesquisadores se debruçaram para estudar o sistema estelar GJ1061, que é o 20º sistema mais próximo, a cerca de 17,5 anos-luz de distância. Sua estrela é classificada como uma anã de baixa massa, e com pouca volatilidade, o que sugere que seus planetas sejam habitáveis.




Com os dados do Observatório Europeu do Sul (ESO), no Chile, os pesquisadores utilizaram o método de velocidade radial para detectar a presença de planetas. Essa técnica envolve observar pequenas oscilações na órbita de uma estrela para detectar a gravidade de possíveis planetas que a puxa.

exoplaneta - ilustração artística

Com isso, os pesquisadores encontraram evidências de três planetas. Um quarto planeta não foi confirmado, já que poderia ser apenas influência de uma outra estrela e não de um planeta propriamente dito. Os 3 planetas de GJ1061 foram considerados um pouco maiores que a Terra, e todos orbitam a estrela numa grande proximidade, sendo que cada um leva apenas poucos dias para completar uma volta em torno dela.




Mas um planeta em particular chamou a atenção dos pesquisadores. Eles descobriram que GJ1061 d leva apenas 13 dias para completar um volta em torno de sua estrela, o que o coloca na Zona de Goldilocks (ou Zona Habitável). Novas pesquisas devem nos trazer mais informações sobre o planeta e qual é sua real possibilidade de habitabilidade.



Imagens: (capa-ilustração/divulgação) / divulgação
26/08/19


Gostou da nossa matéria?
Inscreva-se em nosso canal no YouTube
para ver muito mais!


Encontre o site Galeria do Meteorito no Facebook, YouTube, InstagramTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.

9 comentários:

  1. Mas se encontrarem vida em algum exoplaneta , qual será o passo seguinte , visto que ainda nem conseguimos chegar até Marte?

    ResponderExcluir
  2. que piada essa de volatilidade de Proxima Centauri. devem ter descoberto vida pra falarem isso. agora vem com essa de descobrir um novo sistema solar nessa estrela... quando confirmarem vida vão dizer que é mais um embuste.. essa astronomia oficial é patética.

    ResponderExcluir
  3. Se tiver vida, não nos pertence, deixem a vida evoluir! Se os cientistas estiverem certos, nosso quintal se limita a esses 17 anos luz...quer dizer, tudo q tiver nesse raio é nosso e fim de papo, bora expandir nossas fronteiras, só dá desânimo essa lerdeza...espero estar vivo para ver pelos menos, colônias em Marte.

    ResponderExcluir
  4. qual a diferença de ter uma colônia na Terra e outra em Marte?!? nenhuma... serão terrestres em Marte... isso porque você nem sabe se há já vida lá. antes de qualquer pretensão colonialista é preciso aceitar a vida extraterrestre como uma verdade comprovada desde tempos imemoriais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seguindo aquele velho ditado popular, nunca deixe todos os ovos em um único cesto, quanto mais colônias, maiores as chances da raça humana se perpetuar no tempo e espaço!

      Excluir
  5. Não conseguem chegar no quintal de casa, como vão chegar em 17 anos luz, estão gastando esforços em coisas erradas, poderia está buscando tecnologia para alcançar pelo menos 10% da velocidade da luz isso sim seria muito útil.

    ResponderExcluir
  6. Aí vem o carinha, dono da verdade, criticar o trabalho da NASA... rsrs

    ResponderExcluir
  7. Os israelense conseguiram voltar pra casa ?

    ResponderExcluir