2 exoplanetas recém-descobertos possuem oceanos nunca antes vistos

Os "Mundos Aquáticos" surpreenderam não só os cientistas



"Estes planetas são diferentes de tudo que existe no nosso Sistema Solar. Eles têm oceanos infinitos", disse Lisa Kaltenegger, principal autora, ligada ao Instituto Max Planck de Astronomia e ao CfA. "Pode haver vida lá, mas será que poderia ser como a nossa, baseada na tecnologia? A vida nesses planetas seria debaixo d'água. Ainda assim, trata-se de belíssimos planetas azuis, que orbitam uma estrela laranja. Quem sabe, a vida pode nos surpreender para alcançar estágios tecnológicos".

Especulações à parte, esses dois "Mundos de Água" orbitam a estrela Kepler- 62. Este sistema de cinco planetas possui 2 deles na zona habitável. Modelos feitos por pesquisadores do Centro de Astrofísica de Harvard -Smithsonian (CfA) sugeriram que ambos os planetas são 'mundos aquáticos', e que suas superfícies seriam completamente cobertas por um oceano global, com nenhuma terra à vista.

Kepler -62 é uma estrela do tipo K, um pouco menor e mais fria do que o nosso Sol. Os dois mundos aquáticos, designados Kepler-62e e Kepler-62F, orbitam a estrela a cada 122 e 267 dias, respectivamente.


Eles foram encontrados pelo observatório Kepler da NASA, que detecta exoplanetas quando estes transitam ou cruzam na frente de suas estrelas hospedeiras. Ao medir um trânsito planetário, os astrônomos conseguem obter informações referentes ao tamanho do planeta em relação à sua estrela.

Kepler-62e é 60% maior que a Terra, e Kepler-62F é cerca de 40% maior, fazendo com que eles sejam considerados 'Super-Terras'. "Eles são pequenos demais para conseguirmos medir suas massas, mas os astrônomos acreditam que eles sejam compostos por rocha e água, e com pouco material gasoso.

Ilustração mostra vários tipos de exoplanetas.
Créditos: PHL / ESA / Hubble / NASA

O mais quente deles, o Kepler-62e teria um pouco mais de nuvens do que a Terra, de acordo com modelos de computador. Já o mais distante, Kepler-62f, teria o efeito estufa por conta da abundância de dióxido de carbono, que o aquece o suficiente para abrigar um oceano, caso contrário, ele poderia se tornar uma bola de neve coberta de gelo.

"Kepler-62e , provavelmente, tem um céu muito nublado, e é quente e úmido até as regiões polares. Kepler- 62F seria mais frio, mas ainda assim, potencialmente favorável à vida", disse Dimitar Sasselov, astrônomo de Harvard e co-autor da pesquisa.

"A boa notícia é que os dois planetas apresentam cores distintas, fazendo com que a nossa busca por traços de vida em um futuro próximo seja mais fácil", acrescentou Dimitar.

Essa grande descoberta levanta a possibilidade intrigante de que algumas estrelas em nossa Galáxia podem abrigar dois planetas semelhantes à Terra (com oceanos e continentes), onde a vida tecnologicamente avançada (que conhecemos até agora) poderia se desenvolver.

"Imagine olhar através de um telescópio e observar um outro planeta que tenha vida a apenas alguns milhões de quilômetros da Terra", disse Sasselov. "Eu não consigo imaginar uma motivação mais forte do que essa para termos uma sociedade que possa viajar pelo espaço".

A pesquisa de Kaltenegger e Sasselov foi aceita para publicação na revista The Astrophysical Journal.

Fonte: Dailygalaxy / CfA
26/12/13

32 comentários:

  1. Respostas
    1. Nossa então vai demorar um pouco ainda mas vai que a NASA faz aquele motor de dobra que o Harold G. White propôs hein... Seria incrível

      Excluir
    2. De fato, se esse motor de dobra espacial for construído, abririam-se várias portas à exploração dos exoplanetas :D

      Excluir
    3. Se fosse só motor e velocidade beleza..
      Mas fisicamente é impossivel que matéria resista a uma velocidade equivalente ou acima da
      velocidade da luz.

      Excluir
    4. O homem não pode pisar em mais nenhum lugar. Já fez e continua fazendo merda suficiente aqui na Terra.

      Excluir
    5. Ruaszone usando dobra espacial não se ultrapassa a velocidade da luz.

      Excluir
  2. Uma coisa é certa! Com certeza vida aquática existe! A questão seria como um planeta aquático apresentar vidas inteligentes? Só indo lá p decobrir!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A terra já foi o Planeta 100% aquático no inicio dos tempos e que se esfriou se tornando Terra bola de neve.

      Excluir
  3. Futuramente, poderiam ser feitos foguetes de alta tecnologia e alta velocidade para conseguir pousar nesses planetas e descobrir se á vida nos mesmos. Imagine, transportar seres vivos de um planeta para o outro? :o

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente seria muito legal mas tem q ter uma verba incalculavel alem de uma tecnologia bem moderna

      Excluir
  4. Esses planetas estão a anos luz da terra seria impossivel visitalos com um foguete!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. WANDERSON ..MUITO SIMPLES NOS ESTAMOS A BEIRA DE ACHAR UM OUTRO TIPO DE COMBUSTIVEL E E PRA ESTA DECADA O COMBUSTIVEL FOSSIL NAO SERA MAIS PRECISO AGUARDE E VERA E SERA UM OUTRO TIPO DE MAQUINAS

      Excluir
  5. Criaturas aquáticas Colossais, como nos tempos Triácico/Cretáceo nos mares do planeta Terra .. hehe' *-*

    ResponderExcluir
  6. SABE AQUELES FILMES EM QUE OS ALIENS SÃO TIPO PARASITAS QUE ENCONTRAM UM PLANETA DESTROEM SUAS RESERVAS NATURAIS E DEPOIS PROCURAM OUTRO? ENTÃO, O SER HUMANO ESTÁ BEM NESSA FASE, JA ESTÃO DESTRUINDO A TERRA E A PROCURA DO PRÓXIMO PLANETA PARA SE INSTALAR E COMEÇAR A DESTRUIÇÃO!

    ResponderExcluir
  7. isso é só o começo........... existem muito + do q imaginamos........muito + do q nossa mente possa viajar...............RICARDO N . ITU SP

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vdd.......o q nos atrapalha a saber a vdd, é essa " quarentena " q o planeta Terra está................até qdo irão continuar enrolando ou mentindo ??

      Excluir
    2. ANONIMO ISTO PARA MUITA GENTE DE AUTO PODER EGNORAN ISTO ,POREM E MUITO REAL E ESTA AI PARA NOS ENTENDER ...,VEJA ALGO MUITO SIMPLES A LUA JA TENTOU ENTENDER O SOL E OUTROS TALVEZ POR SER MUITO COMUM NINGUEM PERCEBE MAS TUDO COMEÇA ALI

      Excluir
  8. Eu sempre falo nos planetas do sistema Klepper, o E e o F estão cheio de vidas.............

    ResponderExcluir
  9. Impressionante vai ser quando "descobrirem" algo que já tinha sido visto!

    ResponderExcluir
  10. Esse debate sobre vidas inteligentes em exoplanetas realmente nos dão muita imaginação sobre toda a variedade de vida que esses lugares possam abrigar... Com certeza se acaso o ser humano conseguir construir uma nave para tal viagem, descobrirá N formas de vida que podem nem necessitar de oxigênio, quem sabe possam usar carbono!

    Muita pira divargar sobre isso com certeza.

    ResponderExcluir
  11. este faz orbta em gual planeta de gual galaxia? TALVEZ DA GIGANTE VERMELHA

    ResponderExcluir
  12. OQ??? COMER PEIXE TODO DIA É FODA!!
    E NEGO AQ NA TERRA AINDA RECLAMA DO NOSSO RANGO, NOSSO PAO DE CADA DIA!!

    ResponderExcluir
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  14. Tenho tanto medo em pensar que o Homem poderia pisar em um planeta que não seja o nosso, pois onde pisam a destruição é certa...Admiro os cientistas insistirem em descobrir outros planetas somente para mostrar poder sobre eles e se existirem vida lá que as deixem em Paz...!!!

    ResponderExcluir
  15. Será que é correto gastar tanto dinheiro procurando vidas em outros planetas sendo que o nosso está pedindo socorro?

    ResponderExcluir
  16. Não são outros planetas, é a Terra, observada através de suas evoluções ... o que o telescópios veem é a trilha do tempo se estendendo para o futuro e para o passado ... rsrsrs mitei agora

    ResponderExcluir
  17. Não são outros planetas, é a Terra, observada através de suas evoluções ... o que o telescópios veem é a trilha do tempo se estendendo para o futuro e para o passado ... rsrsrs mitei agora

    ResponderExcluir
  18. Na verdade não é fácil viajar pelo universo um ano luz isso quer dizer 300,000km por segundo durante um ano, talvez daqui a 200 anos o homen consiga construir um equipamento capaz andar a essa velocidade, a dobra é apenas um sonho do homen talvez agente nunca consiga fazer dobra no universo.
    Tem mais ainda a essa velocidade se um grão de areia se chocar com a nave já era.

    ResponderExcluir