Sonda Cassini detecta mudanças misteriosas nos mares de Titã, lua de Saturno

O quê poderia estar causando tais mudanças em Titã?



A sonda Cassini da NASA está acompanhando a evolução de uma misteriosa característica em um grande mar de hidrocarbonetos na lua de Saturno, Titã. A região abrange uma área de cerca de 260 quilômetros quadrados no Ligeia Mare, um dos maiores mares em Titã. O mesmo local já foi observado duas vezes pelos radares da sonda Cassini, mas desta vez, sua aparência mudou drasticamente.

A característica misteriosa que aparece brilhante em imagens de radar contra o fundo escuro do mar líquido, foi detectada pela primeira vez em julho de 2013 durante um sobrevoo rasante da Cassini. Observações anteriores não haviam mostrado qualquer sinal dessas características brilhantes em Ligeia Mare. Os cientistas ficaram perplexos ao perceberem que algumas características tinham desaparecido ao longo de vários meses. As imagens foram feitas pelo imageador infravermelho da sonda.




Isso levou alguns membros da equipe a sugerir que poderia ter sido uma característica transitória, mas durante um sobrevoo recente da sonda Cassini, do dia 21 de agosto de 2014, o tal local foi visto novamente, e sua aparência havia mudado durante os 11 meses desde que foi visto pela última vez.




Mudanças observadas nos mares de Titã. Créditos: NASA

Os cientistas responsáveis pelas observações estão confiantes de que o tal avistamento não é um artefato ou uma falha nos dados. Eles também não acreditam que isso se trata de uma evaporação no mar, uma vez que a costa de Ligeia Mare não apresentou mudanças.

A equipe sugeriu que a alteração local poderia ter sido: ondas de superfície; bolhas emergindo; sólidos flutuantes ou talvez algo completamente diferente...

Os pesquisadores suspeitam que o aparecimento desta característica pode estar relacionado com as mudanças de estações em Titã, já que o verão se aproxima no hemisfério norte da lua. O monitoramento dessas mudanças é o novo objetivo da atual missão prolongada da Cassini.

"A ciência adora um mistério, e com esta característica enigmática, temos um exemplo emocionante de que mudanças estão ocorrendo em Titã", disse Stephen Wall, líder da equipe de radar da sonda Cassini. "Estamos esperançosos de que vamos ser capazes de continuar observando essas mudanças e obter respostas ou até mesmo dicas do que está acontecendo nesse estranho mar extraterrestre".

Fonte: JPL / NASA
Imagens: (capa-ilustração artística) / JPL / NASA
02/10/14

Encontre o site Galeria do Meteorito no FacebookTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

6 comentários:

  1. Eu acho que as mudanças na ilha são causadas por ondas .


    Em titã Chuva,neblina,raios,dunas,vulcões de gelo,mares,rios e lagos Como podem ver muitos acontecimentos e atrações ocorrem na minha lua: ♥titã♥ .

    titã merece um monte de missão da NASA pra já ...


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, o que o maiko Dos santos falou faz lógica e acrescenta ainda mais gás para que possamos explorar minuciosamente esse lugar.

      Excluir
    2. Em titã os mares são de gás metano, lá o metano passa por todos os estados que agua aqui na terra passa, gelo de metano, chuvas, neve, tudo de metano, e o metano só fica em estado liquido se o ambiente tiver uma pressão infernal igual a que tem dentro do botijão de cozinha

      Excluir
    3. Já que é tudo de metano imaginem se acende um fósforo

      Excluir
  2. Finalmente o maiko disse algo de interessante. Concordo Tambem que podera SER bem uma onda,
    Mas uma coisa deixo claro a vida aqui na Terra evoluiu bastante por causa da agua como voces Sabem a agua e capaz de fazer erosao em Rochas e libertar elementos quimicos para existir vida.
    Ora em titan nao tem agua so metano em estado liquido, gasoso ou ate em gelo, o metano nao faz tanta erosao como a agua. Quer dizer faz erosao Tambem mas leva muito mais tempo.
    Mas Tambem a vida pode evoluir de outra maneira la.
    Tal como as fumarolas no fundo dos nossos oceanos

    ResponderExcluir
  3. Surfista aqui, surfista lá..... é a lei

    ResponderExcluir