Encontrada a galáxia mais brilhante do Universo, quebrando as teorias aceitas até o momento

a galáxia mais brilhante do universo
O que gera uma luminosidade tão grande logo no início do Universo?



Uma galáxia recém-descoberta, conhecida como WISE J224607.57-052635.0, localizada a 12,5 bilhões de anos-luz da Terra, é simplesmente a mais luminosa já vista em todo o Universo, com um brilho maior do que 300 trilhões de estrelas como o Sol, relata um novo estudo.

O que pode estar causando esse brilho tão intenso nessa galáxia é um buraco negro supermassivo. Esses gigantes são encontrados no centro de praticamente todas as galáxias, e o material que se aquece ao redor do buraco negro caba emitindo enormes quantidades de luz, em comprimentos de onda visível, ultravioleta e raios-x.

Se isso é realmente o que está acontecendo com essa galáxia, surge uma nova questão: Como um buraco negro supermassivo se torna tão grande, tão rápido? Afinal de contas, os astrônomos estão olhando para um objeto a 12,5 bilhões de anos no passado, quando o Universo tinha apenas 1,3 bilhões de anos! Então como é possível um buraco negro tão grande e massivo em tão puco tempo?

buraco negro do centro da Via Láctea Sagittarius A
Imagem feito em raio-x e infravermelho mostra o buraco negro central da nossa Galáxia, a Via Láctea,
conhecido como Sagittarius A* (ou apenas SGR A*).
Créditos: NASA / Chandra / Harvard University

De acordo com uma teoria, o buraco negro pode simplesmente já ter "nascido grande". Segundo Peter-Eisenhardt, do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA (JPL), "assim como um elefante bebê, que já nasce grande para os nossos padrões, esse buraco negro pode já ter nascido com um tamanho enorme".

Outra teoria que pode explicar um buraco negro supermassivo no início do Universo. Chao-Wei Tsai, principal autor do estudo, também do JPL, acredita que esse buraco negro tenha iniciado uma atividade em frenesi, consumindo matéria muito mais rápido do que normalmente acreditava-se ser possível. "Isso pode acontecer se o buraco negro não está girando muito rápido".

A taxa de consumo de buracos negros é limitada pela luz emitido do material que se aquece ao seu redor, ejetando gases que, no futuro, retornarão e serão consumidos por esse buraco negro. Quanto mais lento um buraco negro gira, menor é a quantidade de gases ejetada, e portanto, o material que ele consumiria futuramente, acaba sendo consumido de uma só vez.




"Esses buracos negros poderiam estar se empanturrando de matéria por um longo período de tempo", afirma o co-autor do estudo, Andrew Blain, da Universidade de Leicester, no Reino Unido.

O Telescópio Espacial de Infravermelho, WISE, da NASA, observou a galáxia WISE J224607.57-052635.0 juntamente com outras 19 galáxias extremamente luminosas no infravermelho, conhecidas como ELIRG's (na sigla em inglês). A nuvem de poeira que circunda essas galáxias são aquecidas, e em seguida, emitem radiação infravermelha que pode ser detectada pelo WISE. Em um estudo paralelo, descobriu-se que cerca de metade das galáxias extremamente luminosas só podem ser detectadas com mais precisão se observadas no infravermelho.



Fonte: The Astrophysical Journal
Imagens: (capa-ilustração-NASA/ JPL-caltech) / Chandra / NASA / Harvard University
26/05/15

Encontre o site Galeria do Meteorito no FacebookTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

13 comentários:

  1. Que matéria espetacular, muito obrigado pessoal da redação do galeria do meteorito, vocês sempre estão postando material com conteúdos que animam cada vez mais a ler mais e mais matérias, o material que vocês postam além de ser útil para pesquisas, entusiasmam cada vez mais os que estão começando a ser astrônomos entusiastas, obrigado por me ajudar a manter essa paixão por astronomia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado John! O seu comentário nos deixa muito felizes, pois esse é justamente o intuito do site Galeria do Meteorito. Isso nos faz pensar que estamos no caminho certo. Muito obrigado pela sua participação, que serve como inspiração para tudo isso que almejamos! Através de estudos e pesquisas, conforme alguns segredos do Universo são revelados, a nossa paixão pela Astronomia aumenta mutuamente. Um grande abraço, e seja sempre bem vindo!

      Excluir
  2. O Universo é uma maravilha! Pena que o Governo do Brasil investe quase 0 nessa área. Ficamos aqui só na expectativa do que as agências nos mandam. Espero que num futuro e bem próximo isso mude. Somos brasileiros e não desistimos nunca. Boa matéria.

    ResponderExcluir
  3. Eu penso que o universo é muito mais velho do que podemos supor, e que também existem vários universos. Sugiro que leiam o livro de Urantia que da essa ideia.

    ResponderExcluir
  4. Eu penso que o universo é muito mais velho do que podemos supor, e que também existem vários universos. Sugiro que leiam o livro de Urantia que da essa ideia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também acredito que o universo possa ser mais velho. Haver vários universos já me parece ser mais complexo. Obrigado pela dica do livro.

      Excluir
  5. Não da pra imaginar a idade do universo 🌌 nem quando começou, é tudo teoria!

    ResponderExcluir
  6. Não da pra imaginar a idade do universo 🌌 nem quando começou, é tudo teoria!

    ResponderExcluir
  7. As matérias do site são ótimas,mesmo quem está começando a se interessar por astronomia,consegue obter muita explicação e intendimento sobre o universo só lendo as matérias do site.
    Continuem assim obrigado por enriquecer meus conhecimentos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Jairo!

      Nós é que agradecemos pelo seu elogio e participação. Seja sempre bem vindo!

      Um grande abraço!

      Excluir