Cometa 'Catalina' promete espetáculo nos céus! Como encontrá-lo?

cometa Catalina
O cometa Catalina já está visível a olho nu! Como encontrá-lo?



O cometa C/2013 US10 (Catalina) foi descoberto em 31 de outubro de 2013 por R. A. Kowalski através do projeto Catalina Sky Survey, que tem como o objetivo a descoberta de cometas e asteroides. E agora, após quase dois anos de sua descoberta, o cometa que ficou conhecido apenas como "Catalina" já está chamando a atenção de observadores ao redor do mundo, e a pergunta que não quer calar é: "Será que o cometa Catalina ficará visível a olho nu?"

Pra falar a verdade, ele já está ficando visível, e em regiões com o céu escuro e em condições ideais, longe de poluição luminosa, já é possível avistá-lo como uma estrela de brilho muito fraco... mas ao que tudo indica, essa história pode mudar drasticamente.




Quando descoberto, a dois anos atrás, sua magnitude aparente foi estimada em +18.6, muito longe para os olhos humanos conseguirem enxergá-lo, uma vez que em condições perfeitas, podemos ver objetos com magnitude de no máximo +6.8.

A boa notícia é que desde então, o cometa Catalina vem ganhando brilho e ficando cada vez mais luminoso, e já está com magnitude aparente abaixo de +6.8, o que o torna visível principalmente através de binóculos e também em fotografias de longa exposição. E à medida que o cometa se aproxima ainda mais no Sistema Solar interior, ele certamente continuará ganhando brilho, e segundo especialistas, ele deve se tornar facilmente visível a olho nu (mesmo em regiões com pouca poluição luminosa) em meados de outubro, até o final de novembro. A sua máxima aproximação com o Sol (periélio) será no dia 15 de novembro, quando chegará a 0.82 UA do Sol (1 Unidade Astronômica é igual a distância média entre a Terra e o Sol).

cometa catalina
Cometa Catalina fotografado em agosto de 2015, por Ian Sharp.
Créditos: Ian Sharp / SSO Australia

E tudo fica ainda melhor pra quem se encontra no hemisfério sul, como no Brasil, por exemplo, pois é no céu austral que ele permanecerá até meados de dezembro (justamente na época em que o espetáculo pode acontecer)! No dia 17 de dezembro o cometa Catalina cruzará o equador celeste, o que o tornará um objeto também do hemisfério norte a partir dessa data. Sua máxima aproximação com a Terra (perigeu) acontecerá no dia 17 de janeiro de 2016, quando ele chegará a apenas 0.72 UA do nosso planeta.


Como encontrar o cometa "Catalina"?

No mês de setembro, o cometa "Catalina" encontra-se da região sudoeste logo após o pôr do Sol, nas proximidades da constelação do Centauro, e como ele está indo na direção do Sol, a cada dia que se passa, mais baixo ele se encontra no céu. O periélio (máxima aproximação com o Sol) acontecerá no dia 15 de novembro, portanto a partir de 15 de outubro não será possível encontrá-lo.

localização do cometa catalina em setembro e outubro
Localização do cometa C/2013 US10 Catalina logo após o pôr do Sol, por volta das 19h30 horário local do dia 04/10/15.
Créditos: STELLARIUM / Richard Cardial

Após o periélio, em dezembro, o cometa aparece novamente no céu noturno, mas dessa vez será antes do amanhecer, próximo do horizonte leste. A partir daí, ele também poderá ser visto no hemisfério norte. Nos dias 7 e 8 de dezembro, o cometa Catalina estará bem próximo da Lua e do planeta Vênus, e mais acima, poderemos ver Marte e Júpiter, todos a leste próximo do horizonte.

localização do cometa catalina em dezembro
Localização do cometa C/2013 US10 Catalina um pouco antes do nascer do Sol,
por volta das 05h30 horário local dos dias 07 (esquerda) e 08 (direita) de dezembro de 2015. 
Créditos: STELLARIUM / Richard Cardial

Para encontrá-lo com mais facilidade e precisão, confira as cartas celestes com a posição exata do cometa Catalina ao longo dos próximos meses:

carta celeste do cometa catalina
Posição exata do cometa C/2013 US10 Catalina entre 02 de agosto e 20 de dezembro de 2015.
Créditos: Aerith

carta celeste do cometa catalina - 2
Posição exata do cometa C/2013 US10 Catalina entre 10 de dezembro de 2015 e 8 de fevereiro de 2016.
Créditos: Aerith

Lembrando que o cometa C/2013 US10 Catalina não é um cometa periódico, ou seja, ele não deve passar pelas redondezas da Terra novamente. Sua origem é a Nuvem de Oort, uma bolha extremamente distante repleta de corpos gelados que cerca o Sistema Solar. Acredita-se que ele tenha sido perturbado pela passagem de alguma estrela errante, ou talvez por perturbações galáticas antes de entrar na região planetária, o que segundo especialistas aconteceu em torno de 1950. Ainda segundo os especialistas, o cometa Catalina deve deixar a região planetária em 2050, quando será ejetado do Sistema Solar, e talvez, retorne dentro de alguns milhões de anos (com sorte)...



Imagens: (capa-ilustração) / Ian Sharp / SSO Australia / STELLARIUM / Richard Cardial / Aerith
23/09/15

Encontre o site Galeria do Meteorito no FacebookTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

20 comentários:

  1. Esse grande espetáculo será nosso presente de Natal! Mas já vou tentar localizá-lo essa semana. Obrigado pelas informações e pela excelente explicação! Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, uma ótima ideia é já tentar localizá-lo o mais breve possível, porque agora sabemos que não está difícil encontrá-lo.... vai que a coisa muda... não dá pra prever o futuro com 100% de certeza. rsrss... abraços Diego! Obrigado!

      Excluir
  2. Tentarei observá-lo ainda essa semana!!! Vlw Galeria do Meteorito!!

    ResponderExcluir
  3. Maravilha...estamos em um período de grandes espetáculos astronômicos.

    ResponderExcluir
  4. Maravilha...estamos em um período de grandes espetáculos astronômicos.

    ResponderExcluir
  5. Poderiam fazer uma matéria sobre o Elenin P/2011 NO1,aquele cometa que intriga algumas pessoas ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seria uma boa.
      Tem como fazer, Galeria do Meterorito?

      Excluir
    2. Obrigado pela sugestão pessoal! Vamos fazer algumas pesquisas para incluir esse assunto em uma futura matéria. Abraços!

      Excluir
  6. Otima matéria sobre o cometa parabéns muito obrigado por ñ demorar ñ sei o nome da equipe mais continuen assim parabéns

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Matheus! Boa sorte nas observações! Eu que estou escrevendo agora sou Richard Cardial, fundador do site. Abraços!

      Excluir
  7. Posso ver nitidamente com o meu telescópio refrator de 50mm?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, pode, pois o cometa está no limite do que a visão humana pode enxergar... ou seja, qualquer equipamento já é suficiente para encontrá-lo. Até mesmo em fotos de longa exposição poderemos vê-lo! Utilize as cartas celestes que postamos, e boa sorte nas suas observações. Um grande abraço Ademir!

      Excluir
  8. Obrigado, esse site e mesmo muito bom, conteúdo espetacular.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Ricardo! Ficamos muito contentes com isso! Um grande abraço!

      Excluir
  9. Mas esse cometa não é perigoso de cair na terra não??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não Mateus, não há perigo algum. Ele passará a uma distância bem segura (mais da metade da distância que separa a Terra do Sol). Abraços!

      Excluir
  10. Tentei localizar o cometa hoje não tive êxito, mas não tenho experiência em observar o céu pode me dar alguma dica?

    ResponderExcluir