Um novo buraco negro supermassivo está deixando os cientistas loucos, pois ele nem deveria existir

buraco negro supermassivo que não deveria existir
Segundo os pesquisadores, ele foge de toda e qualquer teoria existente... 



O buraco negro supermassivo central de uma galáxia recentemente descoberta é muito maior do que deveria ser... maior até do que acreditava-se ser possível, de acordo com as atuais teorias de evolução galáctica.

Um novo trabalho, realizado por astrônomos da Universidade de Keele e da Universidade de Lancashire, mostra um buraco negro muito mais massivo do que deveria ser, em comparação com a massa da galáxia em torno dele. Os cientistas publicaram seus resultados em um artigo na Monthly Notices da Royal Astronomical Society.

A galáxia, SAGE0536AGN foi descoberta inicialmente com o Telescópio Espacial Spitzer da NASA, através da luz infravermelha. Com pelo menos 9 bilhões de anos, essa galáxia contém um núcleo ativo (AGN), um objeto incrivelmente brilhante resultante do acréscimo de gás por um buraco negro supermassivo central. O gás é acelerado a velocidades elevadas devido ao campo gravitacional imenso do buraco negro, fazendo com o gás emitir luz.

buraco negro
Ilustração artística de um buraco negro. Créditos: Wikipedia Commons
Clique na imagem para ampliar

Posteriormente, a equipe também confirmou a presença do buraco negro através da medição da velocidade do gás. Usando o Grande Telescópio Sul Africano, os cientistas observaram uma linha de emissão do hidrogênio no espectro da galáxia, que é ampliada através do Efeito Doppler, onde o comprimento de onda (cor) da luz se torna azul ou vermelho, dependendo se o objeto está se distanciando ou se aproximando de nós. O fato é que através desse estudo, os cientistas perceberam que o gás se move a uma altíssima velocidade em torno do centro galático, que é o resultado do forte campo gravitacional do buraco negro.

Estes dados ainda foram utilizados para calcular a massa do buraco negro: quanto maior é a massa do buraco negro, mais ampla será sua linha de emissão. O buraco negro no centro da galáxia SAGE0536AGN foi calculado em 350 milhões de vezes a massa do Sol, sendo que a massa de sua galáxia (obtida através de medições do movimento se suas estrelas) foi calculada em 25 bilhões de massas solares. Apesar da galáxia ter cerca de 70 vezes a massa do buraco negro, ele ainda é 30 vezes maior do que o esperado para este tamanho de galáxia.




"As galáxias têm uma grande massa, e seus buracos negros centrais também. Este, porém, é realmente grande demais. É simplesmente impossível, segundo a teoria atual", disse o Dr. Jacco van Loon, astrofísico da Universidade de Keele e principal autor do estudo.

Em galáxias normais, o buraco negro iria crescer ao mesmo ritmo que a galáxia, mas em SAGE0536AGN o buraco negro tem crescido muito mais rápido, ou a galáxia parou de crescer prematuramente. Como essa galáxia foi encontrada por acidente, pode haver mais objetos como esse à espera de serem descobertos. O tempo dirá se SAGE0536AGN é um caso único ou se é simplesmente o primeiro de uma nova classe de galáxias.



Fonte: Royal Astronomical Society / Dailygalaxy
Imagens: (capa-ilustração/Galeria do Meteorito) / Wikipedia Commons
06/10/15

Encontre o site Galeria do Meteorito no FacebookTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.

20 comentários:

  1. Alguém sabe quais poderiam ser os efeitos causados por um buraco negro tão grande no centro da galáxia, caso ela tivesse vida?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Existe uma teoria chamada radiação hawking, que diz que todo buraco negro perde massa pela emissão de radiação. Porém quanto maior o corpo do buraco negro, menor a radiação emitida. Portanto, nesse caso, o buraco negro SAGE0536AGN deveria se comportar como um objeto menos problemático, para um planeta a mesma distância que está a Terra do seu centro galáctico, do que o buraco negro que temos no centro da Via Lactea, a Saggitarius A.
      O nosso buraco negro, deve possuir de 100 a 400 vezes menos massa que esse buraco negro gigante descoberto.
      Mas quem souber melhor, explique ai nos comentários. rsrsr

      Excluir
    2. Então! Se ele emite menos radiação, perde menos massa! Continua crescendo aceleradamente, consumindo tudo ao seu redor! Isto não me parece menos problemático não é mesmo? A gravidade lá deve ter um número "quase infinito " de dígitos! (Exagerei!)

      Excluir
    3. Então! Se ele emite menos radiação, perde menos massa! Continua crescendo aceleradamente, consumindo tudo ao seu redor! Isto não me parece menos problemático não é mesmo? A gravidade lá deve ter um número "quase infinito " de dígitos! (Exagerei!)

      Excluir
  2. Fácil! Dólar a 4 pilas, protestos, cartazes, cortes de orçamento, inflação trimestral de 27% sobre os produtos de primeira necessidade, indignação nacional e instabilidade no plano "minha casa, meu planeta, minha galáxia, minha vida". E olha que nosso buraquinho negro é pequeno, aqui na milkyway hein... Imagina se... ahhh esquece...

    ResponderExcluir
  3. Muito intrigante! Que venham mais notícias!

    ResponderExcluir
  4. Uma coisa me deixa mais curioso, do que tamanho de buraco negro, é saber o que tem dentro de um buraco desse.

    ResponderExcluir
  5. Uma coisa me deixa mais curioso, do que tamanho de buraco negro, é saber o que tem dentro de um buraco desse.

    ResponderExcluir
  6. O ser humano e tão pequeno e acha que vai entender completamente algo tão grande e amplo, que ultrapassa as nossas possibilidades de entendimento. Gosto de ciencia mas acredito que existe uma grande ligação com Deus. Olho pra imensidão do universo e não consigo imaginar que tudo isso aconteceu por acaso, não existe explicação, ate o nascimento do ser humano não existe explicação concreta, e tudo teoria.

    ResponderExcluir
  7. Este seria um buraco negro planetário. Isto é: formado por uma estrela de neutrons que vagava pelo espaço e atraiu outro astros e foi atraindo mais outro até atingir este tamanho colossal. Tem uma camada de atmosfera em sua superfície e está preste a explodir devido sua força centrífuga.

    ResponderExcluir
  8. Este seria um buraco negro planetário. Isto é: formado por uma estrela de neutrons que vagava pelo espaço e atraiu outro astros e foi atraindo mais outro até atingir este tamanho colossal. Tem uma camada de atmosfera em sua superfície e está preste a explodir devido sua força centrífuga.

    ResponderExcluir
  9. Ainda bem que a distância em que esses buracos gigantes estão da Terra é astronômica....cada galáxia parece que foi colocada no lugar e na distância certa! Viva a vida!

    ResponderExcluir
  10. O universo é como uma pia com água com objetos boiando. O buraco negro é o vórtice da pia. A gravidade é o empuxo da água girando e do deslocamento de água dum objeto arrastando outro. Não um objeto atraindo outro como se fosse ímã. Os objetos mais perto do vórtice caem logo, os mais longe ficam girando em volta e demoram a cair.
    A matéria escura é a parede do espaço de 4 dimensões deformado pelo buraco negro que abre outro universo tridimensional. Tudo o que cai ali é transformado em energia, gerando um bigbangue. Por isso a colossal carga de raios cósmicos. Só muito depois essa energia se desacelera e se converte em matéria, formando estrelas, onde o hidrogênio se transforma e nascem os outros elementos. Por isso somos poeira de estrelas.

    ResponderExcluir
  11. "não deveria existir"? Não entendo porque os cientistas ainda fazem esse tipo de afirmação tosca. Será arrogância?

    ResponderExcluir
  12. se ele é desse tamanho é porque certamente dois a três buracos negros se fundiram ou um buraco negro foi arremessado por outro e se chocou com um outro buraco negro também arremessado. no entanto depois da união conseguiram atrair bilhões de estrelas ao redor, apesar de quando eles foram arremessados, vieram com eles milhões de estrelas de épocas diferentes de acordo com a característica de cada um

    ResponderExcluir
  13. se ele é desse tamanho é porque certamente dois a três buracos negros se fundiram ou um buraco negro foi arremessado por outro e se chocou com um outro buraco negro também arremessado. no entanto depois da união conseguiram atrair bilhões de estrelas ao redor, apesar de quando eles foram arremessados, vieram com eles milhões de estrelas de épocas diferentes de acordo com a característica de cada um

    ResponderExcluir
  14. Quanto mais leio sobre o universo, mais vejo como Deus é maravilhoso em ter criado tudo isso. Não sou de igreja nenhuma, apenas acredito que tudo isso foi criado por um Deus. Parabéns ao criador, o universo é perfeito!

    ResponderExcluir
  15. Nossa, essa imagem ilustrativa representando um buraco negro foi a mais fiel que vi até hoje, na verdade de buraco ele não tem nada, porque ele é um buraco em 3D, então ele é redondo, como um planeta.
    Só acho estranho os pastores virem aqui dizer que foi Deus que criou os buracos negros, as estrelas de nêutron e os quasares.
    Não tenho nada contra religião (tenho a minha) mas não vejo nenhum astrônomo indo em uma igreja e dizendo: "Nossa, como as Super Novas são perfeitas, graças a elas estamos aqui hoje", mas né, cada um expressa sua opinião sobre qualquer coisa em qualquer lugar.
    Mas uma coisa Astrônomos e Religiosos tem que concordar: A resposta "Foi Deus que criou" só apareceu porque a ciência (ainda) não conseguiu explicar tais mistérios.
    Talvez o ser humano seja confinado a nunca descobrir todas as respostas dessas perguntas, acho que quando isso acontecer, ele encontrará Deus.
    Isso é só o que EU acho, pode fazer sentido pra alguém e pode ser a maior bobagem que alguém já leu.
    Enfim, fiquem com Deus e fiquem longe de buracos negros :)

    ResponderExcluir