Primeiras imagens de um buraco negro devem ser reveladas por novo super-telescópio

primeiras imagens de um buraco negro - em breve com novo telescópio
A teoria de Einstein será colocada à prova, e um mundo novo de possibilidades pode surgir

Nós já havíamos publicado aqui em nosso site que estávamos chegando cada vez mais perto de "ver" um buraco negro de verdade, porém, não havia uma data certa para o início desse grande projeto... Mas agora, o calendário já foi divulgado!

Um novo telescópio que deve começar a funcionar entre os dias 5 e 14 de abril de 2017 promete revolucionar nossa compreensão sobre buracos negros. E nada melhor do que começar essa aventura a partir do buraco negro supermassivo Sagittarius A*, que encontra-se no centro de nossa galáxia, a cerca de 26 mil anos luz de distância.

O supertelescópio Event Horizon Telescope (EHT) (que até em seu nome faz referência ao horizonte de eventos, de onde nada escapa, nem mesmo a luz) reúne dados de diversos telescópios distribuídos em uma grande rede ao redor do mundo, atingindo assim, segundo os cientistas, um nível de resolução que permitirá "ver" o gigantesco buraco negro Sagittarius A*.




Einstein já antecipava em suas teorias o que devemos visualizar: um anel de luz brilhante ao redor de um ponto negro. Mas como, pelo menos até hoje, ninguém foi capaz de realmente ver um buraco negro, surpresas podem ocorrer.

Buraco negro - NASA - ESA - G. Bacon
Ilustração artística de um buraco negro em um aglomerado globular de estrelas.
Créditos: NASA / ESA / G. Bacon

“Como eu já disse, nunca é uma boa ideia ir contra as ideias de Einstein, mas, se conseguirmos ver algo muito diferente do que prevíamos, teremos que rever a teoria da gravidade”, afirmou à BBC o diretor do projeto Sheperd Doeleman, do Centro de Astrofísica de Harvard-Smithsonian, em Cambridge, Massachusetts.


Na realidade, os cientistas só são capazes de afirmar que os buracos negros realmente existem por conta de estudos e cálculos que mostram que eles devem estar lá. São como rastros de algo gigantesco agindo na invisibilidade de sua própria grandiosidade.




Por tudo isso, a missão do novo supertelescópio EHT é tão importante, sendo capaz de capturar um vislumbre "visual" do monstro que habita o centro da nossa galáxia, e colocando à prova praticamente todas as teorias e estudos sobre buracos negros que a comunidade científica já produziu.

Agora só podemos esperar ansiosamente pelas descobertas desse novo projeto, que segundo a equipe de pesquisadores, devem estar disponíveis a partir do fim de 2017 até o início de 2018.




Não é que nosso próximo Ano Novo poderá inaugurar uma nova era de conhecimento, capaz de reescrever tudo o que acreditávamos saber sobre o Universo? É aguardar pra ver!...


Imagens: (capa-ilustração/divulgação) / NASA / ESA / G. Bacon
23/02/17

Gostou da nossa matéria?
Curta nossa página no Facebook
para ver muito mais!


Encontre o site Galeria do Meteorito no Facebook, YouTubeTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

5 comentários:

  1. Minha perguntam é: Como os cientista definem Buraco Negro Supermassivo, se a certeza da existência ainda é questionável?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ja é provado que eles existem, não existe questionamento quanto a isso

      Excluir
    2. eles não vê os buracos negros eles só conseguem definir por causa que ele emitem grande quantidade de radiação e energia e quando a energia é liberada em quantidade absurda é um buraco negro.

      Excluir
  2. Vai ser uma descoberta hiper grandiosa, que eles existem, existem. Saberemos então como funcionam. Agora é ter paciência e aguardar. Mas, enquanto isso, tem um eclipse.\o/

    ResponderExcluir
  3. Talvez a pouca distância em relação ao centro da galáxia não nos possibilite ver o anel brilhante de luz das teorias de Einstein, mas achei interessante a colocação da redação...
    ..."nunca é uma boa ideia ir contra as ideias de Einstein"...

    ResponderExcluir