Terra rouba a cena em foto do Lado Oculto da Lua

terra e o lado oculto da lua
Veja também o que o satélite LRO da NASA conseguiu fotografar!


O satélite chinês Longjiang-2, também conhecido como DSLWP-B, foi lançado pela China em 2018 a fim de auxiliar a chegada do explorador Chang'e 4 no Lado Oculto da Lua. Longjiang-1 não teve sucesso, mas seu irmão Longjiang-2 (que significa dragão do rio, em chinês) conseguiu firmemente se manter numa órbita em torno da Lua desde maio de 2018.



E dentre várias observações feitas pelo satélite Longjiang-2, uma delas chamou muito a atenção não apenas dos controladores da missão como também de todo o público.

lado oculto da Lua e a Terra - longjiang-2
Terra e Lua (lado oculto) registrados pelo satélite Longjiang-2 em 04 de fevereiro de 2019.
Créditos: MingChuan Wei / Harbin Institute of Technology / CAMRAS / DK5LA

Esse registro foi feito no dia 4 de fevereiro e mostra o Lado Oculto da Lua e a Terra ao fundo, ambos iluminados pela luz do Sol. Este é um belo exemplo pra mostrar que o termo "Lado Escuro da Lua" não é o mais recomendado.

A Lua estava na fase Nova quando esse registro foi feito - motivo pelo qual seu lado oculto está iluminado. Nesse dia, para nós, observadores terrestres, a Lua não estava presente nos céus (fase Nova), e permanecia na mesma direção do Sol. Quando a face da Lua voltada pra Terra fica escurecida, é a face oculta que ganha o dia.




Dada a resolução da câmera de Longjiang-2 (640x480 pixels), foi possível obter imagens e detalhes impressionantes da superfície lunar.


Onde está Wally Chang'e 4?

Olhe para essa imagem e tente encontrar a sonda Chang'e 4 no Lado Oculto da Lua:

encontre a sonda chinesa Chang'e 4 nessa foto da LRO da NASA
Encontre a sonda chinesa Chang'e 4 nessa foto da LRO da NASA. Dica: duas setas estão apontando pra ela.
Créditos: NASA / GSFC / Arizona State University

Essa imagem foi feita pelo satélite LRO (Lunar Reconnaissance Orbiter) da NASA, capturando algo muito interessante que com certeza passaria batido se ninguém nos avisasse. Ela fotografou o Lado Oculto da Lua e conseguiu incluir na foto a sonda chinesa Chang'e 4. Sim, não é uma tarefa fácil encontrá-la, mas aqui está a sonda chinesa:

Chang'e 4 fotografada pelo satélite LRO da NASA
Chang'e 4 fotografada pelo satélite LRO da NASA em 30 de janeiro de 2019.
Créditos: NASA / GSFC / Arizona State University

O registro foi feito no dia 30 de janeiro, e mostra a primeira e única sonda que já conseguiu realizar um pouso controlado no Lado Oculto da Lua.




O pousador Chang'e 4 carrega consigo uma variedade de instrumentos científicos para realizar medições da superfície e até mesmo de camadas escondidas da cratera de Vón Kármán. Além disso, uma mini estufa com ovos de moscas e plantas (incluindo algodão) também foi enviada para realizar experimentos biológicos.




O satélite LRO está orbitando a Lua desde 2009, e suas imagens em alta-resolução ajudam os cientistas em uma variedade de estudos para entender melhor o nosso satélite natural, sobretudo, para auxiliar futuras missões robóticas e tripuladas com destino a Lua.



Imagens: (capa-MingChuan Wei/divulgação) / MingChuan Wei / Harbin Institute of Technology / CAMRAS / DK5LA / NASA / GSFC / Arizona State University
07/02/19


Gostou da nossa matéria?
Inscreva-se em nosso canal no YouTube
para ver muito mais!


Encontre o site Galeria do Meteorito no Facebook, YouTube, InstagramTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.

8 comentários:

  1. Convenhamos, o lado visível da Lua é bem mais interessante que o lado oculto.

    ResponderExcluir
  2. a dificuldade desta missão para mim só confirma que o ser humano nunca pousou na lua, foi tudo encenação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo em gênero, grau e numnúm com vc.Como que com tecnologia arcaica, os EUA colocaram disque o homem na Lua e agora com grandes avanços tecnológicos , é uma enorme dificuldade para levar satélites artificiais pra lá.

      Excluir
    2. É muito mais complicado controlar uma sonda sem ter alguém nela, os comandos enviados daqui da Terra levam um bom tempo para chegar lá, tudo precisa ser muito, muito calculado.

      O pouso do homem na Lua foi mais "fácil" porque haviam pessoas controlando tudo por lá, sem precisar esperar certos comandos de manobra partirem da Terra e chegar até eles, claro que a comunicação era algo importantíssimo e levava tempo, mas o mais importante no momento era a movimentação, e isso eles mesmos tinham controle no momento.

      O homem foi sim à Lua, não é nada difícil perceber isso.

      Excluir
    3. E não foi somente 1 homem, tivemos várias missões à Lua, vários colocando seus pesinhos e seus objetos de trabalho em nosso satélite natural. Muita da tecnologia que temos hoje se deve a essas muitas missões à Lua.

      Excluir
    4. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    5. 2019 09:07
      Temos que ter muita paciência para ouvir gente leiga ainda a todo momento duvidar que o homem foi um dia a lua .Me poupem .Foi um risco absurdo e desnecessario mas foi.Os Soviéticos iriam cair de pau na encenação e tinham como monitorar fácil. A História esta provando que foi uma denonstração inútil .Apenas isso.Propaganda de vaidade . Agora duvidar de nossa inteligência é demais. Calma rapazes

      A.Ramos

      Excluir
  3. O meu celular bate fotos melhor que as câmaras deles

    ResponderExcluir