Asteroide do tamanho de uma casa passará mais próximo do que a Lua em 21 de março

2 asteroides proximos da terra em 20 e 21 de março de 2019
Além disso, outro asteroide que pode chegar a até 200 metros também faz sua máxima aproximação quase no mesmo dia


O asteroide 2019 EA2, de aproximadamente 23 metros de diâmetro, fará sua máxima aproximação com a Terra entre os dias 21 e 22 de março. Pelo horário brasileiro, a máxima aproximação ocorre às 22h32 (horário de Brasília) do dia 21 de março (01:32 do dia 22 de março pelo horário internacional).



Apesar do seu tamanho, este asteroide é considerado "pequeno". Durante sua máxima aproximação, ele chegará a 305.642 km da Terra, o equivalente a 0,8 a distância da Lua.

Se colidisse com a Terra, esse asteroide causaria uma grande onda de choque, já que tudo indica que seu tamanho é maior do que o asteroide de Chelyabinsk, que explodiu sobre a Rússia em 2013 deixando mais de 1.000 feridos.




2019 EA2 é um asteroide do tipo Atenas (que cruza a órbita da Terra), o que o coloca de tempos em tempos entre a Terra e a Vênus.

asteroide 2019 EA2 - máxima aproximação com a Terra em 21 - 21 de março de 2019
Órbita do asteroide 2019 EA2 e o momento durante sua máxima aproximação com a Terra em 21 - 21 de março de 2019.
Créditos: NASA / JPL / Solar System Dynamics

Sua velocidade é de quase 20.000 km/h, ou pouco mais de 5 km/s (quilômetros por segundo), e podemos ficar tranquilos com relação a esse encontro com o nosso planeta, já que ele não deve chegar a menos de 300.000 km de nós.


Não é só esse

Outro asteroide bem maior do que 2019 EA2 também fará sua máxima aproximação com a Terra no dia 20 de março (com poucas horas de diferença).




Com um diâmetro estimado entre 100 e 200 metros, o asteroide 2019 CD5 é a maior rocha espacial detectada que irá passar próximo da Terra neste mês de março.

Órbita do asteroide 2019 CD5 e o momento durante sua máxima aproximação com a Terra em 20 de março de 2019
Órbita do asteroide 2019 CD5 e o momento durante sua máxima aproximação com a Terra em 20 de março de 2019.
Créditos: NASA / JPL / Solar System Dynamics

Porém, apesar de seu tamanho um tanto assustador, ele não deverá chegar a menos de 10 vezes a distância da Lua (ou quase 4 milhões de km da Terra).


E podemos ficar bem tranquilhos mesmo, pois o asteroide 2019 CD5 foi descoberto no dia 04 de fevereiro, e os astrônomos têm o acompanhado diversas vezes, o que facilita a criação de uma órbita confiável - foram 83 observações no total, isso considerando até o dia 13 de março.




Vale lembrar ainda que nenhum desses asteroides poderá ser visto através de binóculos ou telescópios. Apenas grandes observatórios conseguem registrá-los (por conta de sua distância x tamanho).


Imagens: (capa-ilustração/divulgação) / NASA / JPL / Solar System Dynamics
13/03/19


Gostou da nossa matéria?
Inscreva-se em nosso canal no YouTube
para ver muito mais!


Encontre o site Galeria do Meteorito no Facebook, YouTube, InstagramTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.

9 comentários:

  1. Quase do tamanho do de Bendengó que caiu na Bahia, e foi levado por D. Pedro II: para o Rio de Janeiro.

    Desse tamanho, tá mais para METEORITO.

    Não é mesmo GALERIA?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Viu só? É só tomar os remédios direitinho que todo aquele negócio de PROJEÇÃO MACRO-ELEMENTAR DA VIGÉSIMA INVERSÃO, TRANSMORFIZAÇÃO DA TERCEIRA ERA DO ORTOGONÉSIMO CICLO e demais renomeações arbitrárias desaparecem!

      O doutor falou pra continuar assim.

      Excluir
    2. kkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
    3. José Bonifácio, meteorito é quando cai na Terra, aí nos chamamos de meteorito. Quando ainda está lá no espaço é asteroide. Quando faz o traçado no céu que muitos chamam de "estrela cadente", aí é meteoro. Abraços!

      Excluir
    4. Eu adoro esse site e também os comentários (rsrs)
      Richard, existe alguma margem de erro no traçado dessas órbitas dos asteróides? Se existe, esse asteróide noticiado teria possibilidade de entrar na atmosfera terrestre?

      Excluir
  2. Valeu Richard grande conhecedor de pedras, que ZÉ HOSPÍCIO = Anônimo: não fuma.

    Para mim: ELEMENTOS CÓSMICOS PROJETADOS.

    Apesar de sermos de CIÊNCIAS distintas, te acho um cara genialíssimo: e te respeito muito.

    Fica na paz irmão.

    ResponderExcluir