Vai ter colisão de foguete com a Lua em 04 de Março de 2022!

Vai ter colisão de foguete com a Lua em 04 de Março de 2022!

Elon Musk não terá que esperar pela missão Artemis para alcançar a Lua...

Um estágio superior de um foguete Falcon 9 da SpaceX, vai atingir a Lua no próximo dia 04 de março, após um erro no lançamento ocorrido em 2015, quando a SpaceX colocou um satélite DSCOVR (Deep Space Climate Observatory) em órbita.


O satélite DSCOVR foi colocado no Ponto de Lagrange 1 - uma região de estabilidade gravitacional que fica entre a Terra e o Sol, a cerca de 1,5 milhões de km da Terra. Porém, durante o lançamento de 2015, o estágio superior escapou e ficou vagando entre a Terra e a Lua.


O impacto está previsto para acontecer em 04 de março de 2022 às 12:25 UTC, no Lado Oculto da Lua, portanto não será visível da Terra. Mas com sorte, podemos ter a chance de ver esse impacto ou de ao menos, registrar a cratera deixada por ele, isso se um dos satélites lunares (LRO da NASA ou Chandrayaan 2 da Índia com a Rússia) conseguir registrar esse evento.

Ilustração artística do estágio superior do foguete Falcon 9 da SpaceX
Ilustração artística do estágio superior do foguete Falcon 9 da SpaceX.
Créditos: SpaceX / divulgação

O especialista em engenharia aeroespacial Jonathan McDowell, do Centro de Astrofísica da Harvard-Smithsonian em Cambridge, confirmou o impacto, assim como outros especialistas.


Batendo na Lua

Essa não é a primeira vez, e com certeza não será a última que alguma nave colide com a superfície da Lua. Recentemente em 2019, o pousador israelense Beresheet não conseguiu realizar seu pouso controlado e se espatifou na superfície lunar, assim como o pousador da missão Chandrayaan 2, da Índia.


Além disso, alguns foguetes Saturno V do programa Apollo também colidiram com a Lua, bem como o Atlas V da missão Lunar Reconnaissance Orbiter (LRO), da NASA, em 2009. Neste impacto do Atlas V, os cientistas detectaram ejeção de vapor de água que foi causada pelo impacto, e com isso, conhecemos um pouco mais sobre a geologia lunar.

O impacto previsto para 4 de março será considerável, já que o estágio superior de um Falcon 9 pesa cerca de 4 toneladas (vazio), e viaja atualmente numa velocidade de 2,6 km/s (9.300 km/h).

Nas próximas semanas, especialistas irão melhorar a trajetória do estágio que vai em direção a Lua, e assim, saberemos com mais precisão o local onde o impacto deve acontecer.



Imagens: (capa-divulgação) / SpaceX / divulgação
27/01/2022


Gostou da nossa matéria?
Inscreva-se em nosso canal no YouTube
para ver muito mais!


Encontre o site Galeria do Meteorito no Facebook, YouTube, InstagramTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.

Um comentário:

  1. Esse pelo jeito não é um daqueles que consegue voltar e pousar na base, seria um grande feito se pousasse um negócio desse na lua de forma controlada. Tenho certeza que muitos já pensaram nisso.

    ResponderExcluir