Ondas gravitacionais foram detectadas diretamente, pela primeira vez na história!

ondas gravitacionais detectadas pela primeira vez
A colisão de dois buracos negros distorceu o espaço-tempo, e foi detectada aqui na Terra

As ondas gravitacionais, as ondulações cósmicas que distorcem o espaço-tempo, foram diretamente detectadas pela primeira vez na história!

Em um anúncio feito no dia 11 de fevereiro de 2016, os pesquisadores do Laser Interferometer Gravitational-Wave Observatory (LIGO) relataram a detecção de ondas gravitacionais. O sinal captado pelo LIGO veio da colisão de dois buracos negros, e foi detectado no dia 14 de setembro de 2015 por detectores gêmeos na Louisiana e em Washington, nos EUA.

localização dos observatorios LIGO nos EUA
Localização dos Observatórios LIGO, nos EUA.
Créditos: Karl Tate

Esta colisão cósmica enviou ondas gravitacionais que fluíram na velocidade da luz, causando ondulações no tecido do espaço-tempo, semelhante à forma como uma pedra perturba a água de uma lagoa quando é arremessada em seu centro. Os pesquisadores disseram que a colisão ocorreu a 1,3 bilhões de anos atrás, entre buracos negros com 29 e 36 vezes mais massa do que o Sol, respectivamente. Durante o ocorrido, cerca de três vezes a massa do Sol foi convertida em ondas gravitacionais em menos de um segundo, gerando uma potência de pico de aproximadamente 50 vezes a de todo o Universo visível, segundo os cientistas.




"Nossa observação de ondas gravitacionais cumpre uma meta ambiciosa de cinco décadas, que era a de detectar esse fenômeno diretamente, e assim, compreender melhor o Universo, e claro, o legado de Einstein no 100º aniversário de sua teoria da relatividade geral", disse o diretor executivo de laboratório do LIGO, David Reitze, do Instituto de Tecnologia da Califórnia, nos EUA.

A detecção das ondas gravitacionais é um marco na astronomia e astrofísica. Ao contrário de ondas de luz, as ondas gravitacionais não ficam distorcidas ou alteradas por interações com a matéria, enquanto se propagam pelo espaço. Ela carregam a informação "pura" sobre os objetos e eventos que os criaram, de acordo com pesquisadores do LIGO.

localização dos buracos negros que colidiram
Provável localização dos buracos negros que se colidiram.
Créditos: National Science Foundation

"Com esta forma completamente nova de examinar objetos e fenômenos astrofísicos, as ondas gravitacionais irão nos ajudar a abrir uma nova janela sobre o Universo, fornecendo aos astrônomos os seus primeiros vislumbres de maravilhas inéditas e invisíveis, aumentando gradiosamente a nossa compreensão da natureza do espaço e do tempo em si ", escreveram os membros da equipe LIGO em uma descrição on-line do projeto.

As ondas gravitacionais foram inicialmente previstas por Albert Einstein em sua famosa teoria da relatividade geral de 1916. Um dos pontos-chave da relatividade geral diz que o espaço e o tempo não são duas coisas separadas, mas sim estão ligados entre si em um único tecido: o espaço-tempo. Objetos maciços, como estrelas, esticam e curvam este tecido, assim como uma bola de boliche distorce uma lona. Isso faz com que objetos (como planetas) e até mesmo a luz, tomem percorram caminhos curvos em torno desses corpos mais massivos.




As ondas gravitacionais afetam este tecido, causando distorções no espaço-tempo. Estudos anteriores confirmaram a existência de ondas gravitacionais, que são geradas pela aceleração (ou desaceleração) de objetos maciços, mas através de métodos indiretos. A descoberta do LIGO é a primeira detecção direta desse fenômeno enigmático.


A detecção das ondas gravitacionais

O observatório LIGO pode detectar ondas gravitacionais relativamente fortes, que são criadas por acontecimentos dramáticos, como dois buracos negros que se encontram numa colisão, ou fusões de estrelas de nêutrons. O detector também pode encontrar ondas gravitacionais geradas por uma explosão de estrela, conhecida como supernova, segundo os pesquisadores.

Distinguir essas ondulações no espaço-tempo é um grande desafio. Como uma onda gravitacional passa através da Terra, e espreme o espaço em uma direção e estende-o em outra, o LIGO observa essa curvatura do espaço-tempo usando dois detectores em forma de L, sendo um localizado na Louisiana, e o outro em Washington.




Cada braço de cada detector tem 4 km de comprimento. Perto do ponto em que os dois braços se encontram, um impulso de luz de laser é lançado para baixo de cada braço simultaneamente. Os pulsos viajam por essas extremidades e saltam para fora, num espelho na extremidade, e depois voltam perto do ponto de partida.

Observatório LIGO em Washington
Instalação do Observatório LIGO em Washington, EUA.
Créditos: LIGO

Se uma onda gravitacional passa, ela vai comprimir um braço do detector e esticar o outro. Como resultado, o feixe de luz que viaja para baixo do braço esticado vai demorar um pouco mais para voltar ao ponto de partida do que o feixe de luz que viaja no braço que foi comprimido. Se o mesmo sinal é visto por ambos os detectores, os pesquisadores podem ter certeza de que o sinal é real, e não o resultado de condições ambientais em um dos locais. Gravar o sinal em dois locais diferentes também permite aos cientistas encontrar a fonte da onda gravitacional no céu por triangulação.

Apesar disso,a mudança no comprimento de cada braço é muito menor do que a largura de um núcleo atômico. Se o detector LIGO se estendesse desde o Sol até a estrela mais próxima, a Proxima Centauri, localizada a 40,14 trilhões de km de distância, uma onda gravitacional iria encolher o detector na largura de apenas um fio de cabelo humano, disse um dos cientistas responsáveis pela descoberta.

detecção das ondas gravitacionais - dados
Gráfico nos mostra a detecção das ondas gravitacionais feita pelos dois observatórios LIGO.
Créditos: National Space Foundation

Esta não é a primeira vez que as ondas gravitacionais ganham as manchetes do mundo. Em 2014, pesquisadores usaram o telescópio BICEP2 na Antártida, e anunciaram a detecção de assinaturas de ondas gravitacionais à luz microondas que sobrou do Big Bang (conhecida como radiação cósmica de fundo). Mas esse resultado se desfez quando as observações do observatório espacial Planck da Europa mostrou que as alegadas assinaturas foram, provavelmente, apenas poeira espacial.




A alegação da equipe LIGO de detecção direta de ondas gravitacionais, muito provavelmente será submetida a uma intensa pesquisa antes de ser aceita por toda a comunidade científica. Não existem outros experimentos que medem o mesmo tipo de ondas gravitacionais com a sensibilidade do LIGO, portanto, atualmente não há outra maneira de comparar os resultados em outro experimento.

O LIGO é operado por cientistas do Instituto de Tecnologia da Califórnia e do MIT, e é financiado pelo Fundação Nacional de Ciência dos EUA, com 83 instituições em 15 países.







Fonte: Space / Physical Review Letters
Imagens: (capa-ilustração/divulgação) / Karl Tate / National Science Foundation / LIGO / National Space Foundation
12/02/16

Encontre o site Galeria do Meteorito no FacebookTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

32 comentários:

  1. Ondas de luz, ondas gravitacionais - Fechou!!! O universo agora cabe no bolso.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. ...mais um ponto para Einstein!! Eu acho que esse carinha de cabelos arrepiados e lingua extrapolante ele veio do futuro..Como é possivel ele saber de tantas coisas relacionadas a viagens no tempo há mais de 100 anos atrás, sem nenhuma tecnologia ou equipamentos modernos?????????.. na minha cabeça Einsten é um espécie de "Doutor do tempo"!!!!

    ResponderExcluir
  4. Pelo o q entendi não tem nada a ver com viagem no tempo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sinto muito se você não tem uma base de estudos suficiente para entender que isso tem sim haver com viagem no tempo

      Excluir
    2. Então T. Williams, quem sabe eles investem uma máquina pra que vc volte no tempo,? Lamento te informar mas isso só fica na história de ficção, nunca trarão isso a realidade

      Excluir
    3. Então T. Williams, quem sabe eles investem uma máquina pra que vc volte no tempo,? Lamento te informar mas isso só fica na história de ficção, nunca trarão isso a realidade

      Excluir
  5. Einstein o maior gênio a pisar na face da terra.

    ResponderExcluir
  6. agora só falta criar a maquina anti-gravitacional, ai fechou.

    ResponderExcluir
  7. E agora negadores de historia? Eintein nunca delirou! Aceitem a Evolução também, contagem regressiva para o fim da religião!
    Força Dawkins!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais preocupado em polemizar do que falar de conhecimento. Infelizmente ainda temos pessoas com esse tipo de mentalidade ainda.

      Excluir
    2. Foi so um desabafo pelos inúmeros comentários maldosos( de crentolhos acéfalos negadores da historia) que li em outros sites sobre o AVC que o Dawkins teve, acredito que em um site propagador do conhecimento como esse nao existam negadores da historia(excetuando-se quando publicam matérias sobre o fim do mundo, ai chove extremistas crentolhos aqui).No mais so um desabafo e uma ansiedade que a razão impere logo e extingua com as religiões!!

      Excluir
    3. Kkkk adorei! Pergunta para os retardados religiosos se o Aedes Egypty desembarcou da arca do idiota noé na Turquia e veio voando ao Brasil, com 19 600km de oceano, para aqui pousar e espalhar o zika. AS LEIS DE DARWIN ocorrem debaixo do nosso nariz e os brasileiros cabeças de m**** ainda acreditam em bíblia!

      Excluir
    4. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    5. A Igreja católica aceita a teoria da evolução desde 1950, apesar de ser somente uma teoria e nada mais... http://ocatequista.com.br/archives/14255

      Excluir
    6. Aí fora do ar.....a bíblia não é um livro de história, tem que ser interpretada com muito estudo, aliás a história é quem confirma a bíblia neh, vira e meche algum cientista, arqueólogo ou de outras ciências... encontra alguma coisa e logo diz....A bíblia está correta, principalmente quando se fala de cidades perdidas...

      Excluir
  8. Nossa quanta ignorância, pessoas que não conhece a Bíblia Sagrada e ficam falando tolices. Na Bíblia não fala como os animais se espalharam pelo planeta. Mas podemos ter uma idéia. Antes todos nós e os animais vivíamos no mesmo continente, falávamos a mesma língua, depois veio o homem com sua desobediência e teimosia tentando levantar a Torre de Babel, Deus ainda aviso o homem, mas foi em vão. Deus, pela desobediência dos homens separo todos, divididos pelas suas línguas. Até ai a Bíblia não fala sobre os animais, ai é só questão de usar o cérebro... Como os animais viajaram todos esses quilômetros? Bem, no meu ponto de vista so achei uma resposta que é: Como Deus separou o ser humano Ele também levou juntos os animais, ou vocês acham que Deus iria permitir que os humanos se alimenta-se só de frutas? não esta na Bíblia, mas com certeza foi assim. Tudo que esta na Bíblia é verdade, inclusive a história do dilúvio, 80% dos seres vivos do nosso planeta esta na água, porque foram os únicos capazes de sobreviver as inundações. Pelo menos uns 2 mil anos antes de Galileu Galilei o homem já sabia que a Terra era redonda, pois tem isso na Bíblia: Isaías 40,22. E essas ondas gravitacionais não tem nada aver com religião, e se tiver "pesa" a nosso favor, já que Albert Einstein era judeu é acreditava em um Único Deus. "Sem Deus, o Universo não é explicável satisfatoriamente" "Todo aquele que se dedica ao estudo da ciência chega a converter-se de que nas leis do Universo se manifesta um Espírito sumamente superior ao do homem, e perante o qual nós, com nossos poderes limitados, devemos humilhar-nos" Albert Einstein E a teoria do Big Bang eu acredito sim nela. Quando Deus decidiu colocar vida na, Terra, a Terra já existia, só que era sem forma e sem vida; Avia trevas sobre a face do abismo, exatamente como os cientistas dizem. O que eu não acredito é na teoria da evolução. Se fosse verdade os Chimpanzés, que são os mais próximos dos seres humanos já devia ter feito algo de mais inteligente, ficam do menos jeito, fazendo as mesmas coisas, e enquanto nós humanos descobrindo coisas que aconteceu a mais de 1 milhão de anos atrás. Essas pessoas que ficam falando o que não há na Bíblia, tentando desmentir, tentando por um fim nas Escrituras Sagrada, saibam vocês são o começo do Anti-Cristo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você está subestimando a inteligência dos chimpanzés, dizendo que "já deviam ter feito algo de mais inteligente". Quem é você? Você acredita que a água de um mar virou sangue de uma hora para outra? Que existem unicórnios? Você nega a Ciência.

      Excluir
    2. "meu deus" dps de ler tanta merda não sei nem oque dizer cara.. eu poderia fazer um texto corrigindo esse seu, poderia tentar te explicar mais nem adianta. nem vou tentar porque pessoas cabeças "duras" de mente fechada que nem você nunca dará ouvidos a verdade! a Religião fez uma lavagem cerebral em você :/

      Excluir
    3. "Sem Deus o universo não é explicado SATISFATORIAMENTE.O problema está nessa sua afirmação, o que é satisfatoriamente, lógico que sendo nós seres inteligentes (nem todos) seria alguma coisa que nos privilegiasse, é muito mais fácil acreditar em uma mentira que nos privilegia, do que em uma verdade que nos iguale aos outros animais, não é. É cômodo acreditar que temos uma vida eterna, um ser supremo que cuida de nós, que nos temos vida após a morte, e tantas ILUSÕES QUE SÃO SATISFATORIAS.

      Excluir
    4. "Sem Deus o universo não é explicado SATISFATORIAMENTE.O problema está nessa sua afirmação, o que é satisfatoriamente, lógico que sendo nós seres inteligentes (nem todos) seria alguma coisa que nos privilegiasse, é muito mais fácil acreditar em uma mentira que nos privilegia, do que em uma verdade que nos iguale aos outros animais, não é. É cômodo acreditar que temos uma vida eterna, um ser supremo que cuida de nós, que nos temos vida após a morte, e tantas ILUSÕES QUE SÃO SATISFATORIAS.

      Excluir
    5. "Sem Deus o universo não é explicado SATISFATORIAMENTE.O problema está nessa sua afirmação, o que é satisfatoriamente, lógico que sendo nós seres inteligentes (nem todos) seria alguma coisa que nos privilegiasse, é muito mais fácil acreditar em uma mentira que nos privilegia, do que em uma verdade que nos iguale aos outros animais, não é. É cômodo acreditar que temos uma vida eterna, um ser supremo que cuida de nós, que nos temos vida após a morte, e tantas ILUSÕES QUE SÃO SATISFATORIAS.

      Excluir
  9. "a mudança no comprimento de cada braço é muito menor do que a largura de um núcleo atômico".
    Legal, com certeza os pesquisadores são sérios, mas é difícil
    que um comprimento menor que o núcleo de um átomo em um braço de 4 km possa ser detectado...

    ResponderExcluir
  10. Estava pensando uma coisa: segundo teorias, o tempo passa mais devagar em um buraco negro do que na Terra, isso ocasionado pela imensa força gravitacional dos buracos negros. Como foi calculado, essa colisão ocorreu a 1,3 bilhão de anos-luz da Terra. Suponhamos agora que em um desses buracos negros, 1 ano terrestre lá é igual a 7 anos aqui na Terra. Ou seja, o acontece lá em 1 ano, é observado aqui durante 7 anos. Será que essa colisão não aconteceu realmente a 1,3/7=0,1857 bilhão de anos atrás ou o fato de o tempo lá passar mais devagar do que aqui não influenciou na observação? Por favor, se eu estiver errado ou certo, comentem!!! Ah, e claro, não poderia deixar passar: parabéns Albert Einstein, você que mudou a nossa forma de agir e pensar em relação ao espaço e o tempo.<3 <3 <3

    ResponderExcluir
  11. É impressionante a quantidade de idiótas que em pleno século XXI ainda acreditam em lorótas como o evolucionismo de Darwin, que nem ao menos pode ser comprovado empiricamente em laboratório. Se estudassem mesmo saberiam que existem inumeras provas concretas, testadas em laboratório que confirmam que a Terra e todo o universo foram trazidos à existencia, ou seja foram criados. Os fatos são incontestáveis, mas ainda assim tem alguns animais que acham que são descendentes de macaco kkkkk... só rindo mesmo, vão estudar animais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK, isso só pode ser uma piada neh???? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, e ainda manda agente estudar? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk morri aqq velho! vlw por me diverti um pouco com sua falta de conhecimento

      Excluir
  12. É impressionante a quantidade de idiótas que em pleno século XXI ainda acreditam em lorótas como o evolucionismo de Darwin, que nem ao menos pode ser comprovado empiricamente em laboratório. Se estudassem mesmo saberiam que existem inumeras provas concretas, testadas em laboratório que confirmam que a Terra e todo o universo foram trazidos à existencia, ou seja foram criados. Os fatos são incontestáveis, mas ainda assim tem alguns animais que acham que são descendentes de macaco kkkkk... só rindo mesmo, vão estudar animais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Onde estão estas provas? Mostre artigos científicos.

      Excluir
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  14. Ateus e cristãos chegam ao ponto de serem patéticos as vezes...sou cristão..mas tbem acredito na ciência...ateus, eu não concordar ou não acreditar na ciência não é um crime...cristão, eu acreditar na ciência não é pecado...do contaria os ensinamentos bíblicos estimulam ao estudo a busca por conhecimento...só acho pura babaquice ateus e e cristão brigando por besteira...vamos falar de ideias mas com respeito...sejam no minimo civilizados...uns com os outros..."O ego do Homem o cega na hora de falar e de expor suas idéias"...

    ResponderExcluir