Voyager 1 acaba de acionar seus propulsores após 37 anos sem uso

Voyager 1 aciona propulsores apos 37 anos sem uso
A nave espacial Voyager 1, da NASA, acordou seus propulsores pela primeira vez após ficar décadas sem usá-los...


Os quatro propulsores da Voyager 1, chamados TCM (manobra de correção de trajetória), não eram usados desde novembro de 1980, quando realizou seu último sobrevoo planetário - um encontro épico com o planeta Saturno. Recentemente, no dia 28 de novembro de 2017, operadores da missão realizaram um teste para verificar se os propulsores ainda funcionavam... E tudo correu de forma maravilhosa, disseram autoridade da NASA.

"A equipe da Voyager ficava cada vez mais entusiasmada conforme os propulsores guiavam a sonda a cada quilômetro percorrido", disse Todd Barber, engenheiro de propulsão do Laboratório de Propulsão a Jato, da NASA. "O clima foi uma mistura de ceticismo, alívio e alegria ao testemunhar os propulsores trabalharem como se nenhum tempo tivesse passado."




Como podemos perceber, a equipe da missão não ligou os propulsores da nave apenas por curiosidade ociosa. A sonda Voyager 1 vem usado constantemente seus propulsores padrão que a coloca numa posição adequada para que sua comunicação com a Terra ocorra de forma favorável (mirando sua antena em nossa direção). Mas o desempenho desses propulsores automáticos têm deixado a desejar há cerca de três anos, então os membros da missão decidiram apelar para algo mais potente, mas que estava dormente há muito tempo...




Não havia garantia alguma de que os testes iriam funcionar. Já faziam 37 anos que esses motores não eram ligados. Além disso, eles foram projetados para operar de forma contínua, e não para disparar rajadas curtas. Foi um momento de muita tensão na sala de controle da missão.

Ilustração artística da sonda Voyager 1
Ilustração artística da sonda Voyager 1.
Créditos: NASA / JPL-Caltech

Agora que tudo deu certo, o plano é continuar usando os motores TCM para que a missão opere com 100% de satisfação.

"Com os propulsores funcionando mesmo após 37 anos sem uso, podemos ampliar a vida da nave espacial Voyager 1 em dois ou três anos", disse a gerente de projetos da Voyager, Suzanne Dodd.




Apesar dessa empolgação da equipe, e da satisfação de ver os motores TCM operando após um longo período de dormência, eles provavelmente serão aposentados no futuro próximo. Cada um deles exige que um aquecedor funcione, ou seja, energia. Quando a fonte de energia da sonda Voyager 1 estiver muito baixa, ela deverá voltar a ser operada pelos propulsores automáticos. A sonda Voyager 1 é alimentada por um gerador termoelétrico de radioisótopos, ou RTG, que converte o calor gerado pela decomposição radioativa de plutônio-238 em eletricidade.

O Pálido Ponto Azul - Voayger 1 - 6 de junho de 1990
A icônica imagem intitulada "O Pálido Ponto Azul", feita pela sonda Voyager 1 em 6 de junho de 1990.
Podemos ver a Terra a mais de 6 bilhões de km de distância. Nosso planeta aparece como um pequeno pixel azulado.
Créditos: Voyager 1 / NASA

As sondas gêmeas Voyager 1 e Voyager 2 foram lançadas em 1977, com apenas alguma semanas de diferença. A missão delas é a de realizar uma viagem sem precedentes pelo espaço, passando primeiramente pelos planetas gasosos (Júpiter, Saturno, Urano e Netuno). Em agosto de 2012, a sonda Voyager 1 se tornou o primeiro objeto humano a entrar no espaço interestelar. [o site Galeria do Meteorito acompanhou esse momento, e você pode ver nessa matéria de 2012]

A sonda Voyager 2 deve sair dos limites do Sistema Solar em breve, juntando-se a sua irmã nos próximos anos.




A equipe da missão também deverá fazer um teste com os motores TCM da sonda Voyager 2, mas por enquanto, seus propulsores automáticos estão dando conta perfeitamente de seu trabalho... talvez leve alguns anos para que o teste seja realmente necessário.


Imagens: (capa-ilustração/NASA) / Voyager 1 / NASA / JPL-Caltech
04/12/17


Gostou da nossa matéria?
Curta nossa página no Facebook
para ver muito mais!


Encontre o site Galeria do Meteorito no Facebook, YouTubeTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

8 comentários:

  1. Quando uma coisa é bem construída de fato!

    ResponderExcluir
  2. quanto tempo leva para o sinal ou comando chegar nela?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Ela esta a 19 bilhões de kilometros do sol,ondas de radio tem velocidade de 300.000 km/s,então ,não sei!!!!

      18 milhoes de kilometros por minuto
      1 bilhão de kilometros por hora
      19 horas para chegar via sinal de rádio,fonte EU!!!

      Excluir
    3. Na verdade acredito eu que já leve mais de 23 horas.

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Eu acredito q existe uma tecnologia mais rapida q a luz mas a NASA n fala. Eles tem seus comandos em tempo real, n gastarian tanto para esperar 19 ou 23 horas por uma resposta. Tem coisas q a NASA jamais revelará afinal toda tecnologia deles é reversa de aliens.

    ResponderExcluir