Explosão solar acende auroras, e mais tempestades geomagnéticas podem estar a caminho

atividade solar - monitoramento
Como anda a atividade solar?



Após vários dias de calmaria, o Sol volta a mostrar seu poder. Uma Ejeção de Massa Coronal (EMC) se chocou conta o campo magnético da Terra às 06h00 UTC do último domingo, dia 20 de setembro. O impacto provocou uma forte tempestade geomagnética de classe G3, e auroras brilhantes sobre as regiões de alta latitude da América do Norte e Ásia. "Foi um grande show de luzes", disse Todd Salat, que registrou todo o espetáculo a partir de seu jardim em Anchorage, no Alasca, EUA:

foto de aurora polar - aurora boreal
Belas auroras polares registradas no Alasca, EUA.
Créditos: Todd Salat         Clique na imagem para ampliar

"No início, eu estava planejando ir até as montanhas vizinhas para assistir as auroras, mas decidi tentar vê-las do quintal de casa mesmo, com seis girassóis que tenho. Foi ótimo!", disse Todd Salat. "Achei que era uma oportunidade única para registrar as auroras sobre os girassóis."

A tempestade geomagnética diminuiu, mas pode se intensificar novamente conforme a Terra passa pela esteira da Ejeção de Massa Coronal.




E como se não bastasse a tempestade geomagnética da manhã do dia 20 de setembro, mais tarde, ainda no mesmo dia, a mancha AR2415 produziu uma nova explosão solar de longa duração de classe M2, e uma Ejeção de Massa Coronal brilhante. Tudo foi registrado pelas sondas de monitoramento, SOHO e SDO. Confira:


Por conta da grande EMC de domingo, 20 de setembro, os meteorologistas da NOAA acreditam que o plasma arremessado pelo Sol pode se chocar contra o campo magnético terrestre, provocando mais uma tempestade geomagnética, que deve afetar principalmente as regiões próximas dos pólos. De acordo com modelos de previsão da NOAA, essa EMC pode pegar o campo magnético da Terra de raspão entre os dias 22 e 23 de setembro.

Apesar de ser um risco para satélites, astronautas no espaço e para grande parte da tecnologia da Terra, as tempestades geomagnéticas não oferecem risco para a vida em si. Fiquem atentos para mais informações a qualquer momento.



Fonte: Spaceweather / NOAA
Imagens: (capa-SOHO/SDO) / Todd Salat / SDO / SOHO / NASA
22/09/15

Encontre o site Galeria do Meteorito no FacebookTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

2 comentários:

  1. O Astro Rei mostrando sua força. Que pena que no Brasil não é possível presenciar esse grande espetáculo, mas pelas fotos e videos já dá para ter um gostinho. O video ficou muito bom! Valeu GDM!

    ResponderExcluir
  2. Impressionante e faço das palavras do nosso amigo Diego Camilo às minhas!
    Parabéns a toda equipe Galeria do Meteorito :D

    ResponderExcluir