NASA revela as fotos mais distantes já feitas no espaço profundo

foros mais distantes da Terra no espaço
Novo recorde feito pela New Horizons mostra dois objetos que estão muito, muito distantes daqui...


Se ninguém nos avisasse, poderíamos até pensar que essas fotos borradas não são nada importantes, mas elas estão indiscutivelmente entre as imagens mais incríveis de todos os tempos, isso porque elas foram tiradas do ponto mais distante do planeta Terra, a 6,12 bilhões de quilômetros daqui.

A nave espacial New Horizons visitou Plutão em 2015, e agora ela está indo em direção a um objeto do Cinturão de Kuiper, nos confins do Sistema Solar. Esse novo encontro deve acontecer em janeiro de 2019.



New Horizons registrou essas imagens de dois objetos do Cinturão de Kuiper (KBOs) chamados 2012 HZ84 e 2012 HE85 no dia 5 de dezembro de 2017 - apenas duas horas depois de ter batido seu antigo recorde, quando fotografou um conjunto de estrelas distantes chamado NGC 3532, na constelação de Carina.

Recore anterior da New Hozirons feito apenas 2 horas antes das fotos dos objetos do Cinturão de Kuiper
Recorde anterior da New Horizons de foto mais distante feito apenas 2 horas antes das fotos dos objetos do Cinturão de Kuiper.
Créditos: NASA / JHUAPL / SwRI

O recorde anterior da foto mais distante da Terra pertencia a Voyager 1, e havia sido feito em 14 de fevereiro de 1990. A imagem feita a 6 bilhões de quilômetros mostra a Terra como um pequeno ponto azul perdido na vastidão do espaço, e ficou conhecida como "Pálido Ponto Azul".

Pálido Ponto Azul
'Pálido Ponto Azul" - a imagem feita pela sonda Voyager 1 que mostra a Terra a 6 bilhões de km de distância.
Créditos: NASA / Voyager

A nave espacial New Horizons está indo em direção ao objeto intitulado 2014 MU69, no Cinturão de Kuiper, que por sua vez contém milhões de objetos gelados como cometas e planetas anões (incluindo Plutão). E para conseguir se encontrar com esse objeto em janeiro de 2019, New Horizons viaja a uma velocidade altíssima, percorrendo mais de 1 milhão de quilômetros por dia.




E como você deve imaginar, não é nada fácil receber essas imagens distantes. Além do tempo percorrido para o sinal de rádio chegar aqui, a taxa de transferência é realmente baixa, de apenas cerca de 2 kilobits por segundo. Para se ter uma ideia do quão lento é isso, lembre-se que a primeira internet disponível no mundo (a famosa 'internet discada') tinha uma taxa de 56 kilobites por segundo.

Imagens feitas pela New Horizons mostram os obejtos 2012 HZ84 e 2012 HE85 - essas são as fotos mais distantes da Terra já feitas no espaço
Imagens feitas pela New Horizons mostram os obejtos 2012 HZ84 (esquerda) e 2012 HE85 (direita).
Essas são as fotos mais distantes da Terra já feitas no espaço.
Créditos: NASA / JHUAPL / SwRI

"Essas duas imagens levaram cerca de 4 horas para serem transmitidas pela nave espacial New Horizons, e os dados tiveram que viajar 6 horas no espaço para chegar até aqui", disse Alan Stern, pesquisador chefe da missão.




Quando chegaram aqui, os sinais foram captados pela rede Deep Space Network, que é responsável por recepcionar e convertê-los em imagens reais. De acordo com a NASA, a nave espacial New Horizons passará alguns meses em modo de hibernação, assim, poupa energia para seu encontro íntimo com o grande objeto 2014 MU69. Essa será a primeira vez que veremos de perto um objeto do Cinturão de Kuiper.


Imagens: (capa-NASA) / NASA / JHUAPL / SwRI / Voyager
14/02/18


Gostou da nossa matéria?
Curta nossa página no Facebook
para ver muito mais!


Encontre o site Galeria do Meteorito no Facebook, YouTube, InstagramTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

3 comentários:

  1. Fico imaginando essa nave New Horizons solitária no espaço,ainda bem que é uma máquina,qualquer humano iria ficar louco nesta imensidão.

    ResponderExcluir
  2. Que velocidade cara! E nem chega perto da velocidade da luz!

    ResponderExcluir